Novena de Pentecostes – 1º Encontro

(A Novena de Pentecoste de 2012 deve ter início no dia 18 de maio, sexta-feira, e o último encontro será no dia 26 de maio, sábado que antecede a Festa de Pentecoste. Essa Novena faz parte da Cartilha de Oração do Mês Mariano que nos foi gentilmente enviada pela Diocese de Abaetetuba, no Pará, pela Ir. Dina Manfredi.)

“Senhor, ensina-nos a rezar”

Acolhida e oração inicial: (Depois de acolher os participantes da novena, pode-se iniciar com um cântico).

A – Vamos iniciar esta novena invocando a Santíssima Trindade. Que nossos pensamentos sejam como os pensamentos de Deus Pai. Que nossos sentimentos sejam como os sentimentos de Jesus e que o nosso agir seja guiado pelo Espírito Santo:

T – Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

A – Nesta preparação para a festa de Pentecostes, queremos, em oração, ficar bem unidos com Nosso Senhor Jesus Cristo. Que o Espírito Santo nos dê a conhecer o rosto de Deus, fonte do amor e da bondade.

T – Vinde, Espírito Santo! Ensinai-nos a reconhecer a face de Cristo em nossos irmãos e irmãs. Vinde, Pai dos pobres, doador dos dons, luz dos corações. Fazei com que nossa oração nos aproxime mais do vosso  mistério de amor.

Deus nos convida

A – Aproxima-se a festa de Pentecostes. Em oração, junto com Maria, queremos estar vigilantes para acolher essa grande graça de Deus: A vinda do Espírito Santo.

T – Ensinai-nos, Senhor, a acolher o vosso amor, nesse tempo de graça e salvação.

A – O Evangelho relata que, muitas vezes, depois de um dia inteiro atendendo as pessoas, Jesus subia para o alto da montanha e passava a noite em oração. Fortalecido pela oração, Jesus vivia em comunhão com o Pai e agia guiado pelo Espírito Santo. Certo dia um dos discípulos resolveu pedir a Jesus:

T – “Senhor, ensina-nos a rezar”.

A – E Jesus, que sempre atende aos pedidos que lhe são feitos, ensinou-lhes a rezar a oração que conhecemos: o Pai-Nosso!

Queremos, nesta novena, aprender com Jesus, a rezar.

T – Que a vida de oração fortaleça a nossa comunhão com Deus e com os irmãos.

A Palavra nos orienta

A – A vida é um presente que recebemos de Deus, mas o caminho a ser percorrido é fruto de nossa decisão pessoal. Como cristãos, queremos fazer nossas as palavras dos apóstolos:

T – “Senhor, a quem iremos? Só tu tens palavras de vida eterna”.

Cântico de aclamação

Proclamação do Evangelho de São Lucas (Lc 11, 5-13)

Reflexão

A – A oração, além de ser a principal maneira de conservar nossa união com Deus, é a abertura do canal da graça para recebermos, de Deus, o que mais necessitamos no dia-a-dia de nossa vida.

T – Disse Jesus: “Quem pede recebe, quem procura encontra, e ao que bate a porta será aberta”.

L1 – Depois de nos ensinar que a perseverança é fundamental para alcançarmos nossos objetivos, Cristo nos ensina que é preciso ser perseverante também na oração para alcançarmos o dom maior de Deus que é o Espírito Santo, a força do amor que animou os seus passos.

T – “Se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas a vossos filhos, quanto mais o Pai do céu dará o Espírito Santo aos que lho pedirem”!

L2 – Guiado pelo Espírito Santo, Jesus passou pela vida fazendo o bem. A Sagrada Escritura nos ensina que ninguém consegue fazer o bem se não for guiado pelo Espírito de Deus.

T – Quem é guiado pelo Espírito Santo fará coisas boas, assim como Jesus sempre fez.

L3 – Cremos que o Espírito Santo é o amor de Deus derramado nos corações dos seus filhos e filhas. A presença do Espírito Santo em nossa vida nos orienta para viver, testemunhar e praticar o amor aos irmãos e irmãs.

T – Quem é guiado pelo Espírito Santo conhece o amor e o faz conhecido no mundo.

A – Através de nossas ações nós revelamos qual é o espírito que nos guia. Se fazemos o bem, somos guiados pelo Espírito Santo. E quando fazemos o mal, a quem estamos servindo?

A partilha nos enriquece

1 – Quais são as maiores necessidades da nossa comunidade que devemos apresentar a Deus em oração?

2 – Sabemos da importância de rezar, mas qual tem sido o tempo que cada um de nós reserva para a oração?

Canto

A oração nos fortalece

A – Como membros da Igreja, queremos aprender com Jesus, a viver em comunhão com Deus-Pai, na docilidade do Espírito Santo, promovendo a fraternidade humana em todas as dimensões da vida.

L1 – Por toda a Igreja, para que, seguindo o exemplo de Cristo, saiba manifestar a ternura de Deus para com todas as pessoas que receberam o Sacramento do Batismo, rezemos:

T – Enviai sobre nós, Senhor, o vosso Santo Espírito de unidade e de paz.

L2 – Por todas as pessoas que exercem algum cargo na comunidade, para que tenham sempre a consciência de que a autoridade é para estar a serviço de todos, rezemos:

L3 – Pelas nossas famílias e por todas as famílias do mundo, para que encontrem na comunhão com Deus a fonte do amor, da paz e da união, rezemos:

(Outras preces da comunidade)

A – Queremos fazer acontecer, no mundo, a vida de comunhão do céu e da terra, do jeito que Cristo nos ensina na oração do Pai-Nosso:

T – Pai nosso que estais nos céus…

Maria caminha conosco

A – A Igreja é a família de Deus reunida em torno de Cristo pela graça santificante do Batismo. Nossa Senhora é Mãe de Jesus por escolha divina e é Mãe da Igreja por graça concedida pelo próprio Jesus, lá no alto do calvário.

T – Jesus disse à sua Mãe: “Mulher, eis aí o teu filho”! E disse ao discípulo, representante de cada um de nós: “Filho, eis aí a tua Mãe”!

L1 – Como Mãe da Igreja, Nossa Senhora continua cuidando de cada um de nós com sua presença materna e constante intercessão.

T – Protegidos por Nossa Senhora, nossa Mãe carinhosa, podemos caminhar com mais segurança pelas estradas da vida.

L2 – Como Mãe da Igreja, Nossa Senhora colabora com Cristo para que a sua comunidade continue fiel à missão recebida no Sacramento do Batismo. Em sua misericórdia, Nossa Senhora auxilia a Igreja em sua peregrinação rumo à Pátria definitiva.

T – Maria nos ensina que é possível viver os mandamentos de Cristo, cumprindo nossa missão com amor e alegria.

A – O Papa Pio XII assim rezou, suplicando a proteção de Nossa Senhora: “A vós, ao vosso Coração Imaculado, nesta hora grave da história humana, nós confiamos e consagramos, não só a Igreja, corpo místico de vosso Jesus, que em tantas partes sofre e de tantos modos é atribulada e perseguida, mas também o mundo inteiro dilacerado pelas discórdias, agitado pelo ódio, vítima da própria iniqüidade”.

T – Hoje renovamos esta consagração, suplicando a Nossa Senhora que continue a guardar, proteger e abençoar todo o nosso mundo.

Oração final (para todos os dias)

A - Nós vos agradecemos, Senhor nosso Deus, porque em vossa infini

ta bondade nos dais a graça de viver tão perto de vosso coração.

T – Ficai conosco, Senhor, pois longe de vós, nada poderemos fazer.

A – Queremos ser como Jesus, reparador dos estragos provocados

pelos pecados.

T – Queremos ser sol e chuva para todos, sem perguntar se

merecem, mas unicamente se precisam.

A – Fazei com que nosso coração seja um novo Sacrário, morada de

Nosso Senhor Jesus Cristo, e que nosso corpo seja um templo

do Espírito Santo.

T - Guardai-nos de todo o mal, Senhor, e acompanhai nossos

passos pelos caminhos que nos levam à feliz eternidade.

Ave Maria…, Glória ao Pai…

(Confirmar sempre o local e o horário da próxima novena).

Comentários

  1. Aldenoura de Souza Macedo disse:

    A minha paroquia Imaculada Conceição – Anori/Am em uma de suas comunidades celebra as festividade de Pentecoste. E eu sempre estou a procura de sugestões com outras paroquias. Sempre é bom compartilhar as nossas ideias e inovar cada vez mais nosso momento celebrativo. Encontrei muitas coisas que vão me ajudar muito.

    1. Maria Aparecida de Cicco disse:

      Aldenoura, ficamos muito contentes que a nossa contribuição para a evangelização esteja sendo útil para os catequistas e agentes de pastoral que estão tão distantes, como vocês de Amazonas. Esse é o nosso objetivo, alcançar por meio do Blog da Catequese as comunidades mais distantes que muitas vezes não dispõem dos mesmos recursos que outras comunidades podem usufruir. Continue a pesquisar e a usar o nosso Blog como recurso para enriquecer as suas celebrações e encontros.Abraços