Homilia do 9º Domingo do Tempo Comum. - Blog da Catequese

Homilia do 9º Domingo do Tempo Comum.

Posted by: | Posted on: junho 1, 2018

Entre os judeus, uma concepção e uma praxe legalista e formalista do sábado levaram ao que hoje chamaríamos de “alienação”, isto é, sujeição absoluta do homem a uma norma extrínseca que devia, ao contrário, estar a seu serviço. Nós cristãos, corremos continuamente o risco de alienação análoga, com relação ao Domingo.

A partir do século VI, com o afluxo de pagãos à Igreja, o Domingo cristão se assemelha ao sábado judaico, e as observâncias em matéria religiosa, cultural e moral, voltam a vigorar. Ao lado desse risco permanente, verificou-se de alguns decêndios para cá, um fato novo que põe em crise a própria instituição do Domingo. A invasão de uma civilização científica e tecnológica transformou os hábitos seculares e os elementos da mentalidade coletiva.

Hoje o Domingo perdeu, para muitos, o sentido religioso que tinha outrora. É no máximo o dia do repouso, dos divertimentos, da evasão, e sob este aspecto conserva o saber de um dia que não é como os outros, ao menos para a maioria, porque são cada vez mais numerosos os que trabalham a fim de que os outros possam divertir-se ou gozar o merecido repouso.

É um fato desagradável, mas que pode favorecer uma redescoberta do “Dia do Senhor” por caminhos ainda não explorados. Mais do que restaurar o passado, convém promover o futuro. É quase certo que os homens a quem se dirigirá de agora em diante a Igreja, terão cada vez menos hábitos de prática religiosa. Mas isso pode ser ocasião para que os cristãos reencontrem o sentido mais profundo da celebração da Páscoa de Cristo.

Nesta semana, Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, nos enviou apenas a sugestão de Homilia para o 9º Domingo do Tempo Comum. Um texto que nos ajuda a compreender melhor os textos da Liturgia da Palavra. 

CLIQUE AQUI para abrir a Homilia para o 9º Domingo do Tempo Comum – ano B – 2018 





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *