Encontro de Catequese sobre Vocação

Tema:
Vocação

Esse
encontro pode ser feito com um grupo de crianças, adolescentes,
jovens ou adultos. Poderá ser aplicado como encontro
catequético ou mesmo como encontro de grupos de reflexão
bíblica.

Evangelho do Encontro: Mc 8, 34-38

Preparação:

Levar para o lugar do encontro uma
churrasqueira portátil, ou uma vasilha de metal grande, onde
possa preparar uma pequena fogueira. Levar também alguns
pedaços de madeira, gravetos e pequenos troncos, para fazer a
fogueira.

No dia do encontro, escolher um lugar com
boa ventilação, onde a fumaça possa sair, para não deixar o
ambiente sufocante. Se for possível, o ideal seria fazer o
encontro ao ar livre.

Antes do encontro, acenda a pequena
fogueira no centro do recipiente, deixando espaço livre à sua
volta, coloque ali todos os pedaços de madeira e deixe que
queimem.

Colocar as cadeiras em círculo em torno
da fogueira.

Acolhida:

Quando chegarem, acolher com um abraço
caloroso, dando-lhes as boas vindas. Fazer uma oração inicial
que fale do fogo abrasador do amor de Deus (há uma sugestão em
“Orações” no Blog da Catequese). Pode-se terminar o momento
de oração com um cântico que fale de fogo que transforma, que
aquece os corações.

Dinâmica – Ver:

Pedir a todos que observem a fogueira, se
aproximem e sintam o calor que vem dela (com crianças ter o
cuidado de não deixar se aproximarem demais, indo um a um, para
que não se queimem).

Depois perguntar o que perceberam, o que
sentiram.

Em seguida, afastar uma brasa do fogo,
deixando-a de lado. Então, pedir a eles que também se afastem
da fogueira, e perguntar se ainda sentem o calor. Enquanto falam,
a brasa retirada do fogo vai se apagando, até se tornar apenas
um carvão apagado. Apontar o pedaço da madeira que se apagou e
perguntar-lhes o que aconteceu com ela. Questionar sobre o fato
de ter se apagado.

Reflexão – Julgar:

A partir da experiência de estar
próximo ao fogo, mergulhado nele como a brasa, ou estar longe,
os catequizandos(as) vão perceber o sentido de permanecer junto
a Jesus, e o sentido de atender ao seu chamado. Quando nos unimos
em torno de Jesus, nos deixamos aquecer e inflamar pelo fogo do
seu amor e nos tornamos brasa viva a aquecer os demais na
vivência do evangelho.

Mas quando nos afastamos dele, nos
tornamos frios, como um carvão apagado, que de nada serve a não
ser sujar os que se aproximam de forma incauta.

E isso pode acontecer mesmo com aqueles
que estão dentro de uma Igreja, participando de um grupo
religioso ou de um movimento. A brasa se apaga mesmo estando
próxima do fogo, basta que se distancie das outras, que são
lambidas pelo fogo ardente, basta que não esteja ao alcance do
fogo.

Estar perto de Jesus é deixar-se guiar
por Ele, é entregar-se totalmente em suas mãos, deixando que
seu amor nos envolva como o fogo e nos torne chamas vivas,
capazes de aquecer outros corações. Esse é o significado da
renúncia que devemos fazer para atender ao chamado que Jesus nos
faz.

[Ler o Evangelho de Mc 8, 34-38]

Compromisso – Agir:

Questionar sobre o que cada um pode fazer
para se manter próximo de Jesus, e o que todo o grupo pode fazer.
Os compromissos devem ser anotados no diário e vividos durante
todo o processo catequético (O/A catequista deve zelar para que
sempre se lembrem e vivam os compromissos assumidos).

Oração – Celebrar:

Cada um deverá escrever os compromissos
pessoais e também os do grupo em um pequeno papel, em forma de
oração. Depois cada um lê sua oração e a coloca no fogo para
queimar. Concluir com um cântico.

Sugestão de cântico:

“Mãos abertas” – do Pe. Irala -
CD Agnus Dei 85/86/87

Nesta prece, Senhor, venho te oferecer
o crepitar da chama, a certeza de dar.

1. Eu te ofereço o sol que brilha forte,
te ofereço a dor do meu irmão! A Fé, na Esperança e o meu
Amor!

2. Eu te ofereço as mãos que estão
abertas, o cansaço do passo mantido. Meu grito mais forte de
louvor!

3. Eu te ofereço o que vi de belo no
interior dos corações, a coragem de me transformar!

This entry was posted in Encontros by Maria Aparecida de Cicco. Bookmark the permalink.

About Maria Aparecida de Cicco

Teóloga, com especialização em Ciências da Religião com enfoque em Ensino Religioso, que por muitos anos atuou como catequista, coordenadora paroquial e diocesana da Catequese, tendo a formação de catequistas como foco principal do seu trabalho. Ela estará á disposição de todos os catequistas, com quem certamente estabelecerá uma relação de companheirismo e amizade. Entre em contato com ela: catequese@vozes.com.br. Vamos procurar atender e responder a todos com atenção e muita disposição.