Celebrações Dominicais do Tempo Litúrgico

now browsing by category

 
Posted by: | Posted on: junho 21, 2018

Solenidade da Natividade de São João Batista

Dom Vilson Dias de Oliveira, DC

Na solenidade deste domingo, a Palavra de Deus apresenta-nos a figura profética de João Batista. Escolhido por Deus para ser profeta, ainda antes de nascer, ele é um “dom de Deus” ao seu Povo. Sublinhando a importância de João na história da salvação, a liturgia não deixa, contudo, de mostrar que João não é “a salvação”; ele veio, apenas, dirigir o olhar dos homens para Cristo e preparar o coração dos homens para acolher “a salvação” que estava para chegar.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração da Natividade de São João Batista – ano B – 2018

Posted by: | Posted on: junho 15, 2018

Celebração do 11º Domingo do Tempo Comum

Na Liturgia da Palavra deste 11º Domingo do Tempo Comum, na Primeira Leitura, o profeta Ezequiel assegura ao Povo de Deus, exilado na Babilônia, que Deus não esqueceu a Aliança, nem as promessas que fez no passado. Apesar das vicissitudes, dos desastres e das crises que as voltas da história comportam, Israel deve continuar a confiar nesse Deus que é fiel e que não desistirá nunca de oferecer ao seu Povo um futuro de tranquilidade, de justiça e de paz sem fim. O Evangelho apresenta uma catequese sobre o Reino de Deus – essa realidade nova que Jesus veio anunciar e propor.

A celebração enviada por Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, nos ajuda a compreender melhor essa catequese de Jesus. E também a preparar bem tanto uma celebração da Palavra (nas comunidades que não têm ministros ordenados) como também um encontro de catequese.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 11º Domingo do Tempo Comum – ano B – 2018

Posted by: | Posted on: junho 8, 2018

Celebração do 10º Domingo do Tempo Comum

Continuamos o itinerário espiritual, seguindo os passos de Jesus. Este ano temos como guia o evangelista Marcos, que nos coloca frente a frente com Jesus Cristo, o Messias, que vem instaurar o Reino de Deus. Não vem de forma triunfante, mas como servo sofredor, perseguido, executado na cruz. Neste Domingo, recebemos de Jesus a garantia de que somos de sua família.

É uma nova família que está se constituindo, formada por aqueles que conseguem entrar na intimidade d’Ele, que tem olhos para ver e ouvidos para entender.

A reflexão da celebração que Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, nos enviou, nos ajudará a compreender essa pertença à família de Jesus.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 10º Domingo do Tempo Comum – ano B – 2018

Posted by: | Posted on: junho 1, 2018

Homilia do 9º Domingo do Tempo Comum.

Entre os judeus, uma concepção e uma praxe legalista e formalista do sábado levaram ao que hoje chamaríamos de “alienação”, isto é, sujeição absoluta do homem a uma norma extrínseca que devia, ao contrário, estar a seu serviço. Nós cristãos, corremos continuamente o risco de alienação análoga, com relação ao Domingo.

A partir do século VI, com o afluxo de pagãos à Igreja, o Domingo cristão se assemelha ao sábado judaico, e as observâncias em matéria religiosa, cultural e moral, voltam a vigorar. Ao lado desse risco permanente, verificou-se de alguns decêndios para cá, um fato novo que põe em crise a própria instituição do Domingo. A invasão de uma civilização científica e tecnológica transformou os hábitos seculares e os elementos da mentalidade coletiva.

Hoje o Domingo perdeu, para muitos, o sentido religioso que tinha outrora. É no máximo o dia do repouso, dos divertimentos, da evasão, e sob este aspecto conserva o saber de um dia que não é como os outros, ao menos para a maioria, porque são cada vez mais numerosos os que trabalham a fim de que os outros possam divertir-se ou gozar o merecido repouso.

É um fato desagradável, mas que pode favorecer uma redescoberta do “Dia do Senhor” por caminhos ainda não explorados. Mais do que restaurar o passado, convém promover o futuro. É quase certo que os homens a quem se dirigirá de agora em diante a Igreja, terão cada vez menos hábitos de prática religiosa. Mas isso pode ser ocasião para que os cristãos reencontrem o sentido mais profundo da celebração da Páscoa de Cristo.

Nesta semana, Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, nos enviou apenas a sugestão de Homilia para o 9º Domingo do Tempo Comum. Um texto que nos ajuda a compreender melhor os textos da Liturgia da Palavra. 

CLIQUE AQUI para abrir a Homilia para o 9º Domingo do Tempo Comum – ano B – 2018 

Posted by: | Posted on: maio 4, 2018

Celebração do 6º Domingo da Páscoa

Neste 6º Domingo Pascal, a Liturgia da Palavra gira em torno do novo mandamento do amor: “Amai-vos uns aos outros” (Jo 15, 17). O amor é aqui concebido como um dom e um testamento: o Ressuscitado nos ama e nos confia a missão de multiplicar seu amor.

Somos convidados a contemplar o amor de Deus que se revela na pessoa, nos gestos e nas palavras de Jesus e que se atualiza na vida de seus discípulos e discípulas. Através de sua Páscoa, Jesus se revela e se torna presente nas Comunidades que se deixam orientar pelo seu Espírito Santo. A essas Comunidades cabe a missão de perpetuar a obra iniciada por Jesus Cristo, particularmente em favor dos marginalizados e excluídos.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 6º Domingo da Páscoa – Ano B – 2018

Posted by: | Posted on: abril 28, 2018

CELEBRAÇÃO DO 5º DOMINGO DA PÁSCOA

Nesta caminhada pascal, a Liturgia da Palavra gira em torno da alegoria evangélica da videira e dos ramos: “Eu sou a videira e vós os ramos” (Jo 15, 5).

Cristo se manifesta como a “videira verdadeira” e apresenta-nos o Pai como o “agricultor”. Através dessa analogia, convida-nos a perceber uma relação de interdependência, como é a relação entre o ramo e o tronco da árvore. Também a comunidade, reunida em torno do Ressuscitado e, alimentando-se da seiva de sua Páscoa, é convidada a unir-se mais intimamente a Ele, permitindo-se à poda quando necessário.

Aqueles que permanecerem unidos a Jesus, alcançarão a vida plena e produzirão muitos frutos para o Reino. Em Comunidade, estes serão para o mundo testemunhas da presença pascal do Senhor e poderão testemunhar seu amor principalmente entre os sofredores e necessitados.

Com esta contextualização, Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, nos envia a Celebração deste 5º Domingo da Páscoa.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 5º Domingo da Páscoa – Ano B – 2018

Posted by: | Posted on: abril 21, 2018

Celebração do 4º Domingo da Páscoa

O Ressuscitado é o Bom Pastor que dá a vida por suas ovelhas. Neste 4º Domingo da Páscoa, que estende à comunidade as alegrias pascais, o Ressuscitado é representado pela figura do Bom Pastor, que oferecendo-se a si mesmo, doa-se pelo bem de seu redil. Neste domingo, nossa Igreja celebra o “Dia Mundial de Orações pelas Vocações”, momento especial para rezarmos particularmente por aqueles e aquelas que com suas vidas, fazem-se colaboradores do Rebanho do Senhor e, também pedirmos para que, em nossas comunidades, muitos ouçam o chamado do Senhor Bom Pastor e se façam dóceis aos Seus apelos.

A Celebração que trazemos para vocês foi enviada por Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 4º Domingo da Páscoa – Ano B – 2018

Posted by: | Posted on: abril 13, 2018

CELEBRAÇÃO DO 3º DOMINGO DA PÁSCOA

O terceiro domingo Pascal apresenta-nos Jesus ressuscitado dos mortos que se revela à comunidade dos discípulos, desejando-lhes a paz: “a paz esteja convosco”.

Os mistérios da morte e da ressurreição de Jesus atalham o centro da história da salvação. Através da Palavra proclamada e do Pão partilhado, como outrora os discípulos, a comunidade congregada experimenta a presença do Senhor em seu meio. Assim, confirmados na fé através dos sinais sensíveis e instruídos pela Escritura, percebemos sua presença viva na comunidade e na história.

Neste domingo, reunidos em comunidade orante, entoemos nossos louvores a Deus que nos faz passar, com Cristo, da morte para a vida, tornando-nos promotores de seus dons pascais, particularmente de sua Boa Nova e reconciliação.

Esta Celebração nos foi enviada por Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 3º Domingo da Páscoa – ANO B – 2018

Posted by: | Posted on: abril 6, 2018

Celebração do 2º domingo da Páscoa!

“Durante o tempo pascal, a Igreja fala-nos insistentemente acerca da Ressurreição de Jesus de modo que, seja na Liturgia da Celebração Eucarística ou na Liturgia das Horas, encontramos uma proposta celebrativa organizada em torno deste mistério: “O Senhor ressuscitou, conforme havia dito” (Mt 28, 6).

Tendo ressuscitado dos mortos, Jesus é a inspiração e a meta da caminhada missionária dos discípulos. Ele cumpre plenamente a promessa feita aos antigos, a pregação dos profetas e o próprio anúncio de sua pregação. Neste segundo domingo pascal, ao se manifestar vivo a seus discípulos, Jesus renova o sopro vivificante da criação: “Recebei o Espírito Santo” (Jo 20, 22) e oferece-lhes sua paz, dom perene da Ressurreição.”

Com essas palavras, Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, contextualiza a Liturgia deste segundo domingo da Páscoa.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 2º Domingo da Páscoa – Ano B – 2018

Posted by: | Posted on: março 15, 2018

Celebração do 5º domingo da Quaresma

Nossa preparação para a Páscoa é iluminada pela Paixão e Morte de Jesus. Ele anuncia sua morte violenta e explica seu significado: fonte de vida futura e de renovação. Renovação que cria amizade e reconciliação entre as pessoas, em completa oposição ao ódio e à divisão. Que essa vida divina nasça em nossos corações para que possamos sempre dizer “sim” ao projeto de Cristo.

Com esses palavras, Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, inicia a Celebração do 5º Domingo da Quaresma, que pode-se acessar no link abaixo:

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 5º Domingo da Quaresma – ano B – 2018