Liturgia

now browsing by category

 
Posted by: | Posted on: dezembro 9, 2017

Celebração do Segundo Domingo do Advento

“Início do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus” (Mt 1,1). Assim começa o Evangelho de Marcos. Declara-se logo no início que o texto é um evanguelion, ou seja, uma Boa Notícia. Quando esta mensagem chega aos ouvidos de homens e mulheres deve, sim, gerar amor, alegria, esperança. As instituições religiosas, quando não se deixam guiar pelo Espírito, anunciam uma má notícia, bem diferente do Evangelho de Jesus Cristo. É preciso que insistamos no aspecto altamente positivo do Evangelho: sua alegria, sua força transformadora e ilimitada, a experiência salvífica que nos enche de felicidade e sentido.

A Celebração deste Segundo Domingo do Advento, enviada por Dom Vilson Dias de Oliveira,DC – Bispo da Diocese de Limeira, está no link abaixo:

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do Segundo Domingo do Advento – ano Ano B – 2017

Posted by: | Posted on: dezembro 1, 2017

Celebração do Primeiro Domingo do Advento

Iniciamos o Tempo do Advento. O termo vem do latim e significa “chegada, vinda”. Portanto, estamos no tempo da vinda do Senhor. Duas são as vindas do Senhor: a primeira já aconteceu, a sua vinda histórica, na carne; a segunda será a sua vinda definitiva, na glória.

Os dois primeiros domingos do Advento se ocuparão da vinda na glória, portanto, serão domingos escatológicos (escatologia = estudo sobre nossa realidade última, vida após a morte). Ainda não é hora de falarmos do presépio, de Jesus criança na manjedoura, mas do Cristo glorioso que virá.

O tema da vinda do Senhor nos leva, neste domingo, a acendermos a vela da vigilância. O Senhor virá como o dono da casa. Quando chegar, desejará que seus empregados estejam atentos ao cuidado de sua residência. Portanto, a nossa história não é um lugar de espera passiva. A expectativa vigilante não nos coloca como passageiros no portão de embarque. A vigilância nos leva a perceber a presença do Senhor na história e a provocar suas vinda

A Celebração do Primeiro Domingo do Advento, enviada por Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, nos ajuda a preparar bem o nosso Advento, é um bom subsídio para a catequese bíblica e também um bom instrumento para Diáconos e Ministros da Palavra que irão presidir as celebrações dominicais nos lugares onde não há sacerdote. 

CLIQUE AQUI para abrir o arquivo da Celebração do Primeiro Domingo do Advento – ano B – 2017

Posted by: | Posted on: novembro 24, 2017

Celebração da Solenidade de Cristo Rei do Universo!

Estamos no último domingo do Ano Litúrgico. É tempo de parada e de avaliação, tendo diante dos olhos Jesus Cristo, Rei do Universo, o Ressuscitado, e à nossa frente os irmãos pobres e abandonados, lembrados por Jesus no Evangelho. A celebração quer ajudar-nos a descobrir e vivenciar o sentido da presença do Senhor entre nós e na história, voltados para os que têm fome, sede, estão presos, doentes e abandonados. O que fizemos por eles ao longo do ano que termina?

As comunidades nas suas celebrações são convidadas a comemorar a vitória da justiça que aconteceu na ressurreição de Jesus e continua acontecendo nos gestos de misericórdia, bondade, solidariedade, partilha do pão e da prática da justiça.

A reforma litúrgica transferiu esta festa do último Domingo de outubro para o último Domingo do Tempo Comum, dando-lhe novo significado, em sintonia com a perspectiva própria do final do ano, imediatamente antes do Advento.

Esta solenidade encerra o Ano Litúrgico. Jesus Cristo Rei surge como a meta a que tendem o Ano Litúrgico e todo o peregrinar da humanidade, na linha da Constituição Pastoral Gaudium et Spes, n.45.

Proclamamos Cristo, centro e Senhor da história, desde o começo até sua consumação: “O Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim” (Ap. 22,12-13). Read More …

Posted by: | Posted on: novembro 19, 2017

1º DIA MUNDIAL DOS POBRES

Foto de Filippo Monteforte/ AFP

O Papa Francisco presidiu neste domingo, 19 de novembro de 2017, a Santa Missa na Basílica São Pedro por ocasião do 1º Dia Mundial dos Pobres. Próximo do altar, estavam os convidados do Papa: os pobres de Roma. Em sua homilia, o Papa frisou que a omissão é o grande pecado contra o pobre, omissão que se identifica com algo bem preciso: a indiferença.

Lendo e refletindo sobre as palavras do Papa Francisco na Homilia, senti a necessidade de externar o que senti em meu coração, uma reflexão pessoal, mas que compartilho humildemente com vocês:

“A pobreza se manifesta de muitos modos, sem dúvida alguma se manifesta na falta de recursos necessários a uma vida digna, mas também se manifesta na falta de recursos necessários à saúde, ao bem-estar físico, espiritual e psicológico. E o bem-estar não se resume ao que se pode ter, mas principalmente ao que se deve receber: amor, carinho, compreensão, atenção, cuidados. Coisas que no mundo de hoje estão relegadas ao esquecimento. Read More …

Posted by: | Posted on: novembro 16, 2017

Celebração do 33º Domingo do Tempo Comum

O final do Ano Litúrgico se aproxima. A liturgia procura manter-nos sintonizados com o evento fundante da nossa fé: o Senhor ressuscitado e presente no meio dos seus.

O Senhor aparece na parábola da figura de um homem que ia viajar para o estrangeiro, confia aos empregados um patrimônio de grande valor. A nós são confiados os talentos para a missão de cada um no mundo, na Igreja, na comunidade e na família.

Com a proximidade do fim do Ano Litúrgico, este 33º Domingo do Tempo Comum nos sugere uma avaliação ou uma certa prestação de contas.

Na Oração do dia está a resposta feita oração: “fazei que a nossa alegria consista em vos servir de todo o coração, pois só teremos felicidade completa servindo a vós (…)”.

O Senhor nos pergunta pelo sentido que damos para a nossa vida e o que dela fazemos na perspectiva da chegada do Reino de Deus. Essa avaliação acontece no encontro pessoal com ele. Não devemos ter medo dele nem considerá-lo um homem severo. O fato dele nos ter confiado uma grande missão, revela que ele confia em nós.

A Celebração deste 33º Domingo, enviada por Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, nos ajuda na Catequese e também na boa preparação da Liturgia.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 33º Domingo do Tempo Comum – ano A – 2017

Posted by: | Posted on: novembro 10, 2017

Celebração do 32º Domingo do Tempo Comum

No banquete do Senhor, celebrado pela comunidade, neste 32º Domingo, nós somos os convidados. Na parábola das dez virgens prudentes e das virgens imprudentes, contemplaremos a realidade do reino futuro, quando a humanidade se apresentará ao Pai plenamente glorificada.

Recebemos do Senhor a recomendação da vigilância ativa, com os olhos abertos para atender os seus sinais: “Ficai atentos! Porque não sabeis em que dia” (Mt 24,42); “Vigiai e orai, para não cairdes em tentação” (Mt 14,38); “Ficai e atentos e orai a todo o momento (…) para ficardes de pé diante do Filho o Homem” (Lc 21,36).

Celebremos confiantes a Páscoa de Jesus que se revela em todas as pessoas e comunidades atentas e vigilantes aos sinais de Deus no curso da história.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 32º Domingo Tempo Comum – ano A – 2017

Posted by: | Posted on: novembro 1, 2017

Celebração da Solenidade de Todos os Santos

No dia em que nossa Igreja celebra Todos os Santos, a liturgia traz o Evangelho das Bem-aventuranças, não por acaso, mas como caminho de vida cristã.

As bem-aventuranças são, sem dúvida, um dos textos mais conhecidos do Evangelho. De fato, ser discípulos de Jesus significa ser santo como é santo Deus, nosso Pai (Mt 5,48). As oito bem-aventuranças apresentam o ideal cristão, traduzido nas atitudes fundamentais de quem se propõe ser santo seguindo a Jesus. O discípulo deverá depositar sua confiança em ser solidário compartilhando os sofrimentos dos outros; como o Senhor, ter um relacionamento cordial com os demais; desejar ardentemente e saciar a sede de justiça neste mundo; ter um coração íntegro e livre de toda ambiguidade; ser aberto e acolhedor; empenhar-se para que aconteça a paz como consequência da justiça.

A celebração de todos os santos, num, certo sentido, é a festa da santidade anônima. Da santidade entendida, em primeiro lugar, como dom de Deus e resposta fiel da criatura humana. O calendário da Igreja está pontilhado de grandes nomes dos mestres da santidade. Todavia, tornar-se impossível enumerar todos os santos, tidos como sinais da manifestação maravilhosa da ação de Deus.

Celebremos com alegria a vida eterna de todos os santos que, vivendo neste mundo, deram testemunho de amor a Deus e de vida cristã.

A Celebração de Todos os Santos foi enviada por Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração da Solenidade de Todos os Santos – 31º Domingo do Tempo Comum – ano A – 2017

Posted by: | Posted on: outubro 31, 2017

CELEBRAÇÃO DE TODOS OS FIÉIS DEFUNTOS

Neste dia recordamos, de maneira especial, os nossos mortos. Fazemos essa memória no Mistério da Páscoa de Jesus, que venceu definitivamente a morte. Todos os que pelo Batismo, são incorporados a Cristo, com Ele ressuscitarão dentre os mortos à semelhança de sua ressurreição.

É pela certeza da ressurreição que a Igreja se acerca aos fiéis defuntos. Confiamos em Deus e a Deus os nossos entes queridos, na certeza de sua ação divina de transformar suas vidas mortais em vida eterna, participando de sua eternidade e, por isso, de sua divindade, em Cristo Jesus, o vencedor da morte.

A celebração dos fiéis defuntos é uma oportunidade para revermos e reafirmarmos o que professamos no credo: creio na ressurreição dos mortos; para refletirmos se estamos nos preparando para a experiência da “mãe morte”, como chamava São Francisco de Assis; e também, para que possamos rever a nossa vida diante do projeto de Deus e dos valores do Evangelho.

Esta Celebração foi enviada por Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração de Finados – Novembro – 2017

Posted by: | Posted on: outubro 26, 2017

Celebração do 30° Domingo do Tempo Comum

Na Celebração deste 30º Domingo do Tempo Comum, recordamos o jeito mais concreto que Jesus tem de viver o amor total e a solidariedade para conosco, entregando-se e indo até o fim na opção pela vida. Ele nos confia, no Evangelho que vive, seu único mandamento, síntese da Lei e dos Profetas e que se expressa de duas maneiras interdependentes: na comunhão amorosa com Deus e na alegria da comunhão fraterna.

Neste domingo, encerrando o Mês Missionário, celebramos também o Dia Nacional da Juventude. Rezemos por todos os nossos jovens, para que, sendo evangelizados, possam também ser evangelizadores nos ambientes em que vivem.

A Celebração do 30º Domingo do Tempo Comum nos foi enviada por Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 30º Domingo do Tempo Comum – ano A – 2017

Posted by: | Posted on: outubro 20, 2017

Celebração do 29º Domingo do Tempo Comum – Dia Mundial das Missões

Nesta celebração do dia Mundial das Missões, vamos refletir sobre a relação de Jesus em seu enfrentamento com as autoridades de seu tempo e prolongada nas pessoas e comunidades que permanecem firmes em sua opção por Deus e pela vida, mesmo enfrentando tentações, dificuldades e até ameaças.

Conduzidos pela mão do Senhor, vamos acolher a Palavra da salvação, que vem a nós com a força do Espírito e nos ensina a devolver a Deus o que lhe pertence.

Somos tentados frequentemente a “comprar deus” com dinheiro ou falsas promessas e dar a César o que é de Deus. O que é de Deus? O que é de César? Não podemos cair na armadilha e trair os princípios e valores do Reino de Deus. Pedimos a graça de estar ao dispor de Deus e servi-Lo de todo o coração.

Pedimos também a sabedoria para nunca perdermos de vista nosso lugar e nossa missão no mundo, e que o Espírito Santo nos faça reconhecer sempre a presença do Reino que, muitas vezes, supera nossa compreensão e vai além daquilo tudo que fazemos.

A Celebração, enviada por Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, que você pode acessar no link abaixo, nos ajudará a compreender melhor a Liturgia deste 29º Domingo do Tempo Comum, e a preparar tanto o encontro de Catequese bíblica, quanto a Celebração da Palavra, nas comunidades que não terão a presença de sacerdotes para presidir a Celebração.

CLIQUE AQUI para abrir a Celebração do 29º Domingo do Tempo Comum – ano A – 2017