Formação

now browsing by category

 
Posted by: | Posted on: dezembro 1, 2017

O ANO LITÚRGICO!

A liturgia é a celebração do Mistério Pascal de Cristo. Em volta deste núcleo fundamental da nossa fé, celebramos no Ano Litúrgico a memória do Ressuscitado na vida de cada pessoa e de cada comunidade.

O Ano Litúrgico “revela todo o mistério de Cristo no decorrer do ano, desde a Encarnação e Nascimento até à Ascensão, ao Pentecostes e à expectativa da feliz esperança da vinda do Senhor” (SC 102). Ele assim nos propõe um caminho espiritual, ou seja, a vivência da graça própria de cada aspecto do mistério de Cristo, presente e operante nas diversas festas e nos diversos tempos litúrgicos (cf. Normas sobre o Ano Litúrgico e o Calendário – NALC 1).

Em síntese, através do Ano Litúrgico, os fiéis fazem a experiência de se configurar ao seu Senhor e dele aprenderem a viver “os seus sentimentos” (cf, Fl 2,5). Read More …

Posted by: | Posted on: novembro 23, 2017

PARUSIA – COMO COMPREENDER?

Um dos aspectos do Advento é o escatológico, da Parusia, a volta do Senhor Jesus. Mas esse é um tema que pode ser de difícil compreensão para cristãos e cristã, catequistas de boa vontade que não contam com a possibilidade de formação teológica. Pensando sobre isso, fomos pesquisar e encontramos um ótimo artigo do Prof. Shigeyuki Nakanose, svd – assessor do Centro Bíblico Verbo – que foi publicado na Revista Vida Pastoral – edição de setembro-outubro de 2017, da Paulus.

Esse artigo fala sobre a “parusia”, a partir da 1ª Carta aos Tessalonissenses, escrito de forma clara e simples, que possibilita a compreensão de todos e muito contribui para uma boa formação sobre esse tema. Read More …

Posted by: | Posted on: setembro 13, 2017

Maria, Modelo de Evangelizadores e Modelo de Catequistas

Maria, Modelo dos Evangelizadores

O Papa Francisco, na Exortação apostólica “A Alegria do Evangelho”, propõe cinco atitudes para os evangelizadores (EG 24). 

  1. Ir na frente: a comunidade missionária experimenta que o Senhor tomou a iniciativa, precedeu-a no amor (1Jo 4,10). Por isso, ela vai à frente, vai ao encontro, procura os afastados e chega às encruzilhadas dos caminhos para convidar os que estão à margem.
  2. Envolver-se: com obras e gestos, os evangelizadores entram na vida diária dos outros, encurtam as distâncias, abaixam-se e assumem a vida humana, tocando a carne sofredora de Cristo no povo. Contraem assim o “cheiro de ovelha”, e estas escutam a sua voz.
  3. Acompanhar: a comunidade acompanha a humanidade em todos os seus processos, por mais duros e demorados que sejam. Conhece e suporta as longas esperas. A evangelização exige muita paciência.
  4. Frutificar: a comunidade mantém-se atenta aos frutos, porque o Senhor a quer fecunda. Cuida do trigo e não perde a paz por causa do joio. Encontra o modo de a Palavra se encarnar na situação concreta e dar frutos de vida nova.
  5. Festejar: os evangelizadores, cheios de alegria, sabem festejar. Celebram os passos dados, cada vitória. E se alimentam da liturgia.

Essas atitudes estão antecipadas em Maria, a mãe de Jesus. Ao olhar para ela, vemos que é o modelo dos discípulos missionários. Read More …

Posted by: | Posted on: fevereiro 1, 2017

FORMAÇÃO PARA A CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2017

A partir da Quarta-feira de Cinzas, no dia 1º de março de 2017, nossa Igreja dará início a mais uma Campanha da Fraternidade. Assim, estamos em tempo de preparação para realizar uma Campanha que se torne uma verdadeira conscientização de todos os cristãos católicos.

O tema para este ano é: “FRATERNIDADE: BIOMAS BRASILEIROS E DEFESA DA VIDA” O lema é: “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2,15)

O OBJETIVO GERAL desta Campanha é: “Cuidar da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, dons de deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos, à luz do evangelho.”

Cartaz da Campanha da Fraternidade:

Cartaz-Campanha-Fraternidade-EXPLICADO

Além da riqueza dos biomas, o cartaz quer expressar o alerta para os perigos da devastação em curso, em nome de um desenvolvimento que visa exclusivamente o lucro. E também despertar a atenção de toda a população para a maravilha da obra criadora de Deus, e convocar os cristãos e as pessoas de boa vontade ao comprometimento com o “Cultivar e guardar a criação” Gn 2,15), “nossa casa comum”.

(Fonte: Manual da Campanha da Fraternidade – CNBB)

Postamos abaixo a Mensagem do Papa Francisco aos fiéis brasileiros por ocasião da Campanha da Fraternidade

CLIQUE AQUI para abrir a “Mensagem do Papa Francisco para a Campanha da Fraternidade” Read More …

Posted by: | Posted on: janeiro 10, 2017

CALENDÁRIO LITÚRGICO: O TEMPO COMUM

Iniciando Tempo Comum, dentro do Calendário Litúrgico da nossa Igreja, é importante aprofundarmos o significado deste Tempo na celebração dos mistérios de Cristo. O que caracteriza este longo tempo litúrgico é a celebração do mistério de Cristo na sua globalidade, especialmente nos Domingos. Esta globalidade significa que a manifestação do Senhor não se celebra exclusivamente no ciclo natalício, mas continua no Tempo comum; significa que a Páscoa não se celebra apenas no ciclo próprio, mas que ilumina toda a existência cristã ao longo do ano; significa que toda a vida de Cristo, com a salvação que traz e torna presente, acompanha a vivência cristã de todo o ano litúrgico. 

Para esse aprofundamento, preparamos um artigo que tem as explicações sobre o Tempo Comum, e outro que traz as datas próprias de cada tempo neste ano de 2017.

Os artigos estão em PDF, para que possam ser baixados no próprio computador e  imprimir para usar na Catequese. Cremos que será um bom subsídio para essa finalidade.

CLIQUE AQUI para abrir o artigo sobre O TEMPO COMUM

CLIQUE AQUI para abrir o Calendário Litúrgico de 2016 – 2017

Aproveite também para ver o vídeo da Canção Nova, que fala sobre o Calendário Litúrgico, com algumas palavras de D. Odilo Scherer, Cardeal Arcebispo de São Paulo – SP. Com apresentação de Margarida Carvalho.

Posted by: | Posted on: setembro 10, 2016

“Teologia Moral e Ética Cristã” – Reflexões de Frei Nilo Agostini

frei-niloO Blog da Catequese da Vozes, em parceria com a Tv Franciscanos, está proporcionando um cursinho relâmpago de Teologia Moral e Ética Cristã, por meio de 30 vídeos com breves reflexões realizadas pelo Frei Nilo Agostini, Padre franciscano, doutor e professor de Teologia Moral e Ética Cristã, com inúmeros livros publicados nessa área, entre eles “Moral Cristã: Temas para o dia a dia”, e o mais recentemente lançado, “Moral Cristã e seus Fundamentos – Educar em tempo de mudança”, ambos publicados pela Editora Vozes.

Esses vídeos são postados aqui, à medida em que são produzidos, cinco vídeos a cada semana. O curso todo é composto de 30 reflexões com duração média de 2 minutos cada vídeo.

O próprio Frei Nilo Agostini autorizou a postagem desses vídeos. 

Frei Nilo Agostini: Autorizo a postagem no Blog da Catequese da Editora Vozes. É bom que sirvam de apoio e formação dos Catequista. Os meus livros também servem de apoio.

E vejam o convite que ele faz para você:

“Dois minutos! É o tempo de cada gravação. Veja o que a Teologia pensa quando o campo é a moral e/ou a ética. Ser cristão é ter coragem de mergulhar nas fontes da nossa fé e veja a sua atualidade. Não tenha medo! Reflita junto e compartilhe com seus amigos”  (Frei Nilo)

A primeira reflexão é: “O que é Teologia Moral?”

A segunda reflexão é: “O seguimento é decisão” Read More …

Posted by: | Posted on: agosto 2, 2016

SER CATEQUISTA NOS DIAS ATUAIS

Maria Aparecida de Cicco

No domingo, dia 31 de julho de 2016, fui convidada a dar assessoria em um Encontro de Formação de Catequistas do Crisma, da Paróquia Nossa Senhora das Graças, na Região Brasilândia, Arquidiocese de São Paulo. O tema foi “Ser Catequista nos dias atuais“.

Em vista dessa assessoria, busquei os documentos da nossa Igreja para fundamentar minha palestra, pois nenhum catequeta pode se basear unicamente nas próprias experiências, ou no achismo, ao se comprometer com a formação de catequistas.

Assim, decidi compartilhar com todos vocês o material pesquisado e organizado para essa formação. A maior parte dos textos é retirada do principal documento que deve estruturar a Catequese: o “Diretório Nacional da Catequese”. E são complementados por alguns textos de dois Estudos da CNBB: o Estudo nº 97, “Iniciação à Vida Cristã – Um Processo de Inspiração Catecumenal”; e o Estudo nº 95, “Ministério do Catequista”.

Aproveitem bem esse material, na sua própria formação e no auxílio a outros catequistas.

CLIQUE AQUI para abrir o artigo: "SER CATEQUISTA NOS DIAS ATUAIS"
Posted by: | Posted on: março 28, 2016

TEMPO PASCAL

Com a Celebração da Vigília Pascal, da Ressurreição do Senhor Jesus, iniciamos o Tempo Pascal, cinquenta dias de alegria e exultação, que devem ser vividos como se fossem um só dia, isto é, como disse Santo Atanásio, como um grande domingo (Sta Atanásio; cf. Normas Universais do Ano Litúrgico, n.22).

A alegria da certeza de que Cristo ressuscitou e está vivo no meio de nós, deve permear todas as nossas ações, toda a nossa oração, todo o nosso viver. Os primeiros oito dias deste tempo, formam uma unidade, chamada oitava da Páscoa, onde todas as celebrações são solenidades do Senhor (NALC, n.24). Os demais domingos do Tempo Pascal são identificados como 2º, 3º, 4º, 5º, 6º, 7º Domingos de Páscoa.

Será muito apropriado e proveitoso se a Catequese se realizar de tal forma que, ao invés de seguir o calendário escolar encerrando o tempo de preparação no final do ano civil, a preparação puder ser realizada em um período que permita celebrar a Primeira Eucaristia dentro do Tempo Pascal (OS, N.103) Read More …

Posted by: | Posted on: fevereiro 29, 2016

CURSO DE FORMAÇÃO: ITINERÁRIO CATEQUÉTICO

itinerario-catequetico

Estimados(as) Catequistas, vamos compartilhar com vocês um excelente Curso de Formação para catequistas, que tem por base o ESTUDO DA CNBB nº 97 e o livro da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB “ITINERÁRIO CATEQUÉTICO“.

Este curso foi preparado e disponibilizado em vídeo pela Arquidiocese de Campo Grande em parceria com a Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico Catequética. estudo-cnbb-97

São nove vídeo-aulas com duração de, aproximadamente, uma hora cada. São aulas bem didáticas, com apresentação de slides em datashow e com assessores capacitados. É um material precioso para todas as comunidades, principalmente aquelas que têm dificuldade de encontrar pessoas para dar uma formação desse gabarito aos catequistas. Read More …

Posted by: | Posted on: janeiro 26, 2016

Vídeos de Formação para a Campanha da Fraternidade 2016

A Campanha da Fraternidade é um dos principais projetos da Igreja do Brasil. Nascida há mais de cinquenta anos, essa Campanha busca ser instrumento de conversão, de transformação, de construção de uma sociedade mais justa e mais fraterna.

Mas para assumir um compromisso sério com esse projeto e tornar-se agente de transformação é necessário que cada cristão, cada agente de pastoral, cada catequista e cada ministro eclesial procure todos os meios de formação que nossa Igreja coloca à disposição de todos.

Em 2016, a Campanha da Fraternidade será ecumênica, o que significa que nos uniremos com nossos irmãos de outras denominações religiosas cristãs, das Igrejas membros do CONIC (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil) para partilhar esse projeto tão especial que terá como tema: “Casa Comum, Nossa Responsabilidade”.

A Casa Comum é a terra, nossa mãe terra, criada por Deus para ser o lar e o sustento de todos os humanos, sem discriminação, sem distinção, sem qualquer exclusão. Portanto é um projeto de interesse de todos os cristãos. Mais ainda, é um projeto que deve ser assumido por todos os cristãos, na busca de despertar o espírito comunitário em todo o povo de Deus.

Por esse motivo compartilhamos com nossos seguidores e seguidoras, catequistas e agentes de pastoral, uma série de vídeos preparados pelo Portal Kairòs, são 10 vídeos curtos (menos de 15 minutos cada um) com esclarecimentos e informações importantes sobre o tema da Campanha da Fraternidade. Read More …