Bíblico-Litúrgica

now browsing by category

 
Posted by: | Posted on: Fevereiro 20, 2018

Aprendizado no ouvir

A capacidade do silêncio é uma virtude importante, mas nos tempos atuais de muito barulho, sua prática é um desafio para as novas gerações. Falamos mais do que ouvimos, ou não queremos ouvir porque o barulho não dá trégua. Mas ouvir a voz de Deus é primordial e um verdadeiro aprendizado, porque provoca capacidade para também ouvir a voz das pessoas que nos cercam.

Diante da voz de Deus, Abraão responde: “Eis-me aqui” (Gn 1,1). A voz sempre produz barulho, mas supõe também ressonância, resposta, inquietude e aprendizado. Ela deve provocar encontro e diálogo, mas com objetivos evidentes na construção de algum interesse, para o bem ou para o mal. Deus chamava Abraão para ser pai de um grande povo e ser modelo de fé para seus descendentes. Read More …

Posted by: | Posted on: Fevereiro 7, 2018

Autoridade e compaixão

Dom Paulo Mendes Peixoto

Duas palavras envolventes na vida social. Dizemos que a autoridade, equiparada ao poder, normalmente deve vir de Deus, mas quando conquistada de forma legítima. É base para todo tipo de sociedade organizada, principalmente no âmbito do mundo político. A compaixão, ou compreensão do estado emocional, que temos do outro, seja uma prática com intenção de aliviar os seus sofrimentos.

Compreendemos esse fato na vida de Jesus. Ele agia com autoridade, porque testemunhava com sua vida o que realizava. Suas palavras tinham força de ação e conquistavam o coração dos ouvintes e seguidores. Olhava as pessoas com compaixão, porque entendia os seus problemas e curava os doentes. Para Jesus, o ser humano e a sua dignidade, estavam acima de quaisquer outros interesses.

A força de quem tem autoridade precisa levar em conta também o aspecto da compaixão, e agir de forma integradora, olhando para a coletividade, sem discriminação. Não pode ser uma prática que desconhece a identidade da classe marginalizada. Assim fez Jesus, com poder infinito nas mãos, e sensível para com as pessoas mais vulneráveis e sofredoras da sociedade de seu tempo. Read More …

Posted by: | Posted on: Janeiro 29, 2018

Sociedade enferma

Dom Paulo Mendes Peixoto

Na cultura capitalista e tecnológica dos últimos tempos, cresce a preocupação com a prosperidade econômica, esvaziando a riqueza de uma espiritualidade mais comprometida com a dignidade da pessoa. Quem mais tem, mais quer ter e está sempre insaciável no caminho do acúmulo sem nenhuma preocupação social. Por causa disso, agem de forma inescrupulosa, sem olhar a carência do outro.

As atitudes citadas acima mostram que estamos numa sociedade enferma, de práticas desumanas, e de forma generalizada, que não investe na educação, na saúde e no bem-estar social, impedindo que o Brasil seja um país querido por todos. Falta espírito de sacrifício e de partilha, porque o ter realmente sacrifica o ser e incapacita a pessoa para enxergar a dimensão de sua prática. Read More …

Posted by: | Posted on: Janeiro 22, 2018

O profeta hoje

Não basta a capacidade de prever o futuro para ser profeta. No Antigo Testamento eles marcaram seu tempo e seu papel, porque falavam de modo confiável, em nome de Deus. Por isso que Jesus foi chamado de “grande profeta”. As suas palavras tinham total credibilidade, não eram distorcidas e nem mal-intencionadas. “Este homem era verdadeiramente filho de Deus” (Mc 15,39).

Há uma grande desconfiança no que as pessoas dizem hoje, principalmente quando são políticos, autoridades, ou no mundo dos negócios. Convivemos com duplicidade e sensacionalismo nas palavras. São usados inúmeros formatos para ludibriar a prática da justiça, fazendo com que a inverdade se torne verdade. É o tempo das incógnitas, servindo de base para uma cultura de descarte.

O esvaziamento na força da palavra desabona a identidade das autoridades. Elas deixam de ser sinais de confiança, e passam a dificultar a esperança das pessoas. Mas o povo precisa encontrar nelas a figura de um verdadeiro profeta, pessoas de confiança e de coerência em sua administração. A marca que as define é o interesse pelo bem comum, superando práticas individualistas e pessoais. Read More …

Posted by: | Posted on: Janeiro 15, 2018

Mudar é preciso

Na Igreja dizemos a palavra “conversão”, mudança de vida, ao receber uma boa notícia. Essa foi sempre a proposta de João Batista na preparação para a chegada de Jesus Cristo. João dizia: “Convertei-vos, pois o Reino dos Céus está próximo” (Mt 3,2). É referência a um passado e a um presente, a eminência de uma realidade nova, que exige também posturas renovadas de vida.

Determinadas mudanças necessitam de uma total varredura das peças ofensivas e prejudiciais. É o caso do Brasil, comandado por pessoas envolvidas com crime e marginalização. Portanto, peças não gratas, que orquestram maquinações de corrupção contra o povo e se estruturam para continuar no poder. Por isso a população está no fundo do poço, neutralizada e sem força para agir. Read More …

Posted by: | Posted on: Janeiro 9, 2018

Compromisso com o Brasil

Num momento chamado de “novo ano”, sempre surgem disposições renovadas para a pessoa encarar novas oportunidades na construção de ambientes que favoreçam vida melhor. Os brasileiros têm um compromisso com seu país, mas que passa por decisões que comprovem atos de responsabilidade. Há muita coisa a ser feita na vasta diversidade de áreas da cultura moderna brasileira.

O Brasil é um país rico de história. Uma riqueza de atos positivos e de outros negativos. Tem um território privilegiado de oportunidades, bem usado por uns e mal usado por oportunistas e aproveitadores. Mas é uma Nação capaz de superar deficiências e desafios. Supõe seriedade de seu povo, tanto de governos como de governados, porque as responsabilidades são de todas as pessoas. Read More …

Posted by: | Posted on: Janeiro 2, 2018

Exigências da paz

Começamos o novo ano civil falando e celebrando o dia mundial da paz, invocando a presença e as bençãos de Deus em todo o seu percurso. Assim faziam os israelitas, pedindo paz para a natureza e para o ser humano, convencidos de que Deus fazia brilhar para eles a luz de sua face. Era expressão de confiança e de esperança de um ano cheio de vitórias e de novas realizações.

Dizemos que Maria, a Mãe de Jesus, é a rainha da paz. Assim celebramos, no dia primeiro de janeiro, a Festa de Santa Maria, Mãe de Deus, aquela que trouxe ao mundo o Príncipe da Paz. Devemos ter a certeza de que Deus vem abençoar, através de Jesus, o novo ano, diminuindo a violência, a insegurança e o desrespeito existente entre as pessoas, as causas da falta de paz.

Aquele que vem trazer a paz, Jesus Cristo, se manifesta ao mundo como luz que brilha nas trevas da cultura da maldade e das incompreensões. Ele chega com simplicidade de vida e nasce num lugar desconhecido, na vila de Belém, local de origem do rei Davi. Esse humilde povoado foi visitado pelos reis Magos do Oriente, revelando como deve ser a prática de vida entre os diferentes. Read More …

Posted by: | Posted on: dezembro 26, 2017

O sentido da vida

As raízes da identidade de um povo estão no sentido que damos para a vida humana, que tem a família como fonte de estrutura existencial. A vinda de Jesus se deu com seu nascimento numa família, fazendo o mesmo caminho de todos os seres humanos. Sua estrutura, como pessoa, foi absolvida dos princípios oferecidos por seus pais, fazendo a trajetória comum de todas as famílias.

Além de gerar vida, as famílias são também fontes dos valores essenciais para as práticas cristãs e de cidadania. Isso nos faz entender que a sociedade necessita de famílias bem estruturadas para que tenhamos pessoas de caráter, de bom comportamento, de responsabilidade e comprometidas com a vida da sociedade. Sem estrutura familiar não temos como entender o sentido da vida.

Olhando para a Família de Nazaré, Jesus, Maria e José, modelo para todas as entidades familiares, isso nos faz pensar no papel atual da família, que passa por uma crise de identidade, mas ainda é uma das instituições capaz de harmonizar a sociedade. As pessoas ainda arriscam suas vidas para defendê-la, porque os laços familiares, mesmo os mais frágeis, são comprometedores. Read More …

Posted by: | Posted on: dezembro 18, 2017

É Natal do Senhor!

Como os tempos passam com tanta rapidez! Mas celebrar o Natal é dar destaque para uma Festa de um aniversário sempre novo, porque o aniversariante não fica velho, e nem aquele que consegue encontrá-Lo nesse momento privilegiado do ano. É a presença de Deus na história do passado e do presente, realizando um plano de salvação, transformando o egoísmo e a violência em amor e paz.

Deus, ao enviar seu Filho ao mundo, fez uma trajetória humana, contando com a intermediação da jovem Maria de Nazaré, uma mulher autônoma, amorosa, livre e determinada para realizar o projeto pontuado pelos profetas no Antigo Testamento. Ação determinada pela decisão de uma mulher, superando todos os conceitos que privilegiavam o sexo masculino nas decisões. Read More …

Posted by: | Posted on: dezembro 13, 2017

Espírito de alegria

Apesar da miséria, da violência e das guerras no mundo, a pessoa não pode perder o bom humor e a alegria na vida. Não encarar os sofrimentos somente com tristeza, porque neles existem também vestígios de coisas boas. Numa dimensão de fé, temos a garantia de que Deus está presente em todos os momentos da caminhada do povo, para ajudá-lo na construção do reino da paz.

A alegria é consequência, quase que imediata, da prática da fraternidade, da justiça, do amor e da paz. Viver essas dimensões com autenticidade, com base no amor de Deus pela humanidade, é construir uma sociedade onde reina a confiança e a esperança de uma vida aberta para o Espírito de prazer verdadeiro. É como uma luz que brilha e abre caminhos para a realização de objetivos reais. Read More …