Bíblico-Litúrgica

now browsing by category

 
Posted by: | Posted on: outubro 18, 2017

História da humanidade

Reflexão: Mt 22,15-21

O tema parece bastante abrangente, mas pode ser visto de diversos ângulos e interpretado na ótica de quem o faz. Se for numa visão de fé, dizemos que tudo está nas mãos de Deus e ganha um significado de caminho de salvação do ser humano. Tudo que existe na história foi criado em função da pessoa humana, que também foi criada, mas à imagem e semelhança de seu Criador.

Se Deus é o autor e o criador do tempo e da história, e quer a salvação da humanidade, Ele pode realizar sua vontade até mesmo através de caminhos tortuosos. No campo da moral cristã, o ser humano não pode usar do mal para conquistar o bem. Pior ainda quando explora o bem público, que deveria estar a serviço da coletividade, direcionando-o para práticas egoístas e injustas. Read More …

Posted by: | Posted on: outubro 14, 2017

Alegria da partilha

É mais feliz quem partilha com os necessitados do que quem se enriquece com a exploração e o sacrifício dos outros. Como dizia Santa Tereza de Calcutá: “A pessoa era tão pobre, tão pobre, que só tinha dinheiro”. Era egoísta e não se preocupava com as necessidades das pessoas ao seu redor. Parece que isso caracteriza a cultura capitalista selvagem, que só pensa em riqueza e mais riqueza.

O critério dos países não privilegia a partilha. Ele está centrado no conceito de crescer cada vez mais. O referencial é o mercado internacional e o domínio econômico. Para isso usam de todos os meios, lícitos e ilícitos, passam por cima das próprias leis e exploram a natureza de forma irracional. Creio que precisam crescer menos para que as pessoas sejam mais felizes.

A partilha não é diferente de um banquete, onde deve reinar a alegria, a convivência e a fraternidade. Ali não cabe a participação de quem rejeita o verdadeiro amor e é incapaz de perceber o amor de Deus e suas bênçãos. Parece como aquela pessoa do Evangelho, que foi para a festa sem a roupa adequada, isto é, que não tinha a disposição do coração para seguir os indicadores do momento. Read More …

Posted by: | Posted on: outubro 4, 2017

Importância do trabalho

Diante da realidade brasileira, de um país com aproximados quatorze milhões de desempregados, fica até difícil falar do valor e da importância do trabalho. Ele é um dos instrumentos que dignifica a pessoa e a dá condição de vida digna. Constitui uma das formas de sustentação econômica dos cidadãos. Estando sem trabalho, eles ficam fragilizados, inclusive psicologicamente e até perdem o rumo.

Trabalhar significa cuidar da vida e possibilitar a elevação da autoestima do trabalhador e o progresso da vida humana. Não é saudável uma sociedade que explora o trabalhador e endeusa a riqueza de forma desonesta. Os frutos do trabalho devem ser socializados, dando oportunidade de vida para todos, superando uma realidade em que grande parte da população passa fome. Read More …

Posted by: | Posted on: setembro 25, 2017

Percepção humana

Não é tão fácil distinguir coisas que têm dimensões divinas, que fazem parte do Reino de Deus e as realidades do reino humano. Mas as duas se complementam, porque em ambas o objetivo é a prática de vida das pessoas. A forma da ação divina e do querer de Deus deve ser percebida pelas criaturas humanas. Suas decisões devem estar fundamentadas no livre-arbítrio e na responsabilidade.

A vida no mundo pode ter caminhos tortuosos, indignos e desproporcionais em relação aos princípios do querer divino. A vontade de Deus está expressa nas orientações dadas pelas palavras da Sagrada Escritura. Seu objetivo é chegar ao coração das pessoas para que elas superem todos os desvios que lhes causam sofrimento e incertezas de um futuro promissor e feliz. Read More …

Posted by: | Posted on: setembro 18, 2017

Tomar cuidado

Por falta de cuidado e por irresponsabilidade social, muitas pessoas reduzem suas atitudes, praticamente egoístas, sem se darem conta das consequências e dos prejuízos que podem causar à população. No mesmo nível, suas tratativas com Deus não passam de critérios simplesmente humanos. Até parece que a vida humana tem seu fim na morte, levando para a sepultura a própria condenação.

Os homens precisam aprender como devem se comportar no mundo, evitando ter que pagar caro pelas suas práticas espúrias e desconcertantes para a vida comunitária. Além da justiça humana, muito fragilizada na cultura brasileira, terão também que enfrentar a justiça divina, que não usa da força policial, mas a consciência individual e coletiva, e não falha. O peso desta é muito mais sofrido. Read More …

Posted by: | Posted on: setembro 13, 2017

Tempo de misericórdia

Entendemos ser muito desafiante falar sobre misericórdia se vivemos numa sociedade com uma profunda marca competitiva. Ao rezar a oração do Pai Nosso, nós dizemos: “perdoai-nos como nós perdoamos”. Digo isto, porque a misericórdia supõe o exercício da bondade de forma ilimitada, o perdão mútuo e a abertura do coração, superando toda atitude de vingança e de enclausuramento.

A extensão do mal tem uma amplitude quase incontrolável. Ele destrói a dignidade da vida e os valores que a acompanham. Mas o bem também se propaga, talvez mais lentamente e com mais sacrifício, quando assumido de forma autêntica, porque faz bem para aquele que faz o bem. Jesus ressalta a importância do perdão, que seja “até setenta vezes sete vezes” (Mt 18,22). Read More …

Posted by: | Posted on: setembro 5, 2017

Correção fraterna

Olhando numa visão real e coletiva da existência humana, concluímos que cada indivíduo deve auxiliar os outros nos seus momentos de fraqueza e desânimo. A bíblia dá sustentação para isso, quando diz: “Não fecheis o coração” (Sl 94,8). Nenhuma pessoa deve viver como uma ilha, introspectiva e despreocupada com os demais. O sentido pleno da vida é marcado pela convivência fraterna.

É justamente nessa dimensão que falamos de correção fraterna, da capacidade de superar “picuinhas”, desentendimentos e hermetismos, no sentido de fechamento no próprio mundo. As pessoas erradas precisam ser advertidas de seus atos irresponsáveis e não simplesmente condenadas sumariamente. Torna-se um ato bonito de responsabilidade de uns para com os outros.

A correção fraterna de uma má conduta é um fato delicado, porque pode causar constrangimento diante da comunidade de quem é corrigido, mas deve estar fundamentada no respeito e no amor. O erro consciente, daqueles que se presam como pessoas, perturba a mente humana e fragiliza a dignidade do indivíduo. Continuar no erro significa desatenção para com aquilo que realiza a vida pessoal. Read More …

Posted by: | Posted on: agosto 29, 2017

Amor e sofrimento

O sofrimento não agrada a Deus, mas fecunda o sentido do amor. Amor sem sofrimento é como bolha de sabão, porque basta um pequeno vento para se desfazer. O verdadeiro amor é fruto de luta constante para conquistar o bem e contra tudo aquilo que provoca o mal e a destruição das pessoas. É um caminho de cruz, assumido literalmente por Jesus Cristo, com o objetivo final de salvação.

Não é fácil fazer uma entrega generosa de vida, porque as marcas profundas do egoísmo fragilizam as decisões comprometidas feitas pelas pessoas. É uma atitude que supõe liberdade assentada na espiritualidade divina. Jesus Cristo encarna em si os sofrimentos até os últimos momentos de sua morte na cruz, mas totalmente consciente dos objetivos que implicaria essa sua decisão. Read More …

Posted by: | Posted on: agosto 21, 2017

A identidade

De que e de quem. Poderia ser do Brasil, ou de cada brasileiro. Refiro-me à identidade de Jesus Cristo, o Filho de Deus, que se fez homem como todos nós, que veio ao mundo com a missão de salvação e a cumpriu dando a vida por essa causa. Ele é a revelação de Deus Pai, fiador de uma vida pautada na dignidade e no respeito incondicional pela natureza criada para o bem das pessoas.

A dimensão autêntica da fé nos leva à ideia real de Deus, que vemos em Jesus Cristo, não como alguém que castiga e faz distinção entre as pessoas e que privilegia um e exclui outro. Ele é o Deus da vida, que supera todo tipo de fraqueza, de revolta, violência e desânimo para construir a sociedade do amor e da fraternidade. Sua identidade deve acontecer na vida de cada ser humano. Read More …