Pastorais

now browsing by category

 
Posted by: | Posted on: Fevereiro 15, 2018

Superação da violência

Começamos mais um tempo de quaresma, de retomada dos princípios do amor, da solidariedade e do encontro com Jesus Cristo no caminho da cruz. É uma via de sacrifício e violência, culminando com a morte. É a mesma proposta de reflexão da Campanha da Fraternidade, com o tema: “Fraternidade e superação da violência”, fundamentado na base bíblica: “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8).

A cultura da violência provoca instabilidade, desconfiança e medo. Mas precisamos construir a cultura da paz, da confiança, “arrumando” nossa vida interior, porque a paz verdadeira tem que começar no coração de cada pessoa. É o sentido da mudança de vida, ou conversão, própria da quaresma, fazendo um encontro pessoal com Jesus Cristo, que é fonte e sustentação da esperança. Read More …

Posted by: | Posted on: Fevereiro 5, 2018

INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ – Uma formação indispensável para todos

A Iniciação à Vida Cristã, de inspiração catecumenal, não é mais um novo modelo de Catequese, mas um itinerário para forma discípulos missionários que testemunhem o significado e o valor da vivência cristã.

O Documento de Aparecida pede “uma conversão pastoral[1] e diz: “Nossa maior ameaça é o medíocre pragmatismo da vida cotidiana da Igreja, no qual, aparentemente, tudo procede com normalidade, mas na verdade a fé vai se desgastando e degenerando em mesquinhez”[2]

E isso está acontecendo nas comunidades e nas famílias cristãs, onde a tepidez da fé “pasteurizada” vai tomando conta. A prática da fé se restringe a “momentos de espiritualidade”, à participação sacramental aparente, mas não se reflete na vida cotidiana, no agir diário. A vida não testemunha a fé que professamos. Read More …

Posted by: | Posted on: Fevereiro 4, 2018

Fraternidade e superação da violência

Por Luis Fernando da Silva

Introdução

Em 1964, em pleno desenvolvimento do Concílio Vaticano II, realizou-se a primeira Campanha da Fraternidade (CF) em âmbito nacional, sob os cuidados da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Para o ano de 2018, foi escolhido o tema “FRATERNIDADE E SUPERAÇÃO DA VIO­LÊN­CIA” e o lema: “VÓS SOIS TODOS IRMÃOS” (Mt 23,8), com o objetivo geral de construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da palavra de Deus, como caminho de superação da violência.

O tema da CF-2018 pretende advertir que a violência nunca constitui uma resposta justa. A Igreja proclama, com a convicção de sua fé em Cristo e com a consciência de sua missão, que a violência é um mal, é inaceitável como solução para os problemas e não é digna do ser humano.

A busca de soluções alternativas à violência para resolver os conflitos assumiu, atualmente, um caráter de dramática urgência. É, portanto, essencial a busca das causas que originam a violência, em primeiro lugar as que se ligam a situações estruturais de injustiça, de miséria, de exploração, nas quais é necessário intervir com o objetivo de superá-las (cf. Compêndio da Doutrina Social da Igreja).

 Já o lema “Vós sois todos irmãos” busca resgatar o sentido da fraternidade dos povos, pois somos todos irmãos e irmãs, filhos e filhas de um mesmo Pai. Por isso, iluminados pelo evangelho do Reino, somos chamados à não violência.

A CNBB convida todos os homens e mulheres de boa vontade a percorrer o caminho da superação da violência, crescente em todos os níveis. Para isso, é preciso olhar a realidade, iluminá-la com a luz da palavra de Deus e do magistério da Igreja e, por fim, agir sobre ela, transformando-a.

Posted by: | Posted on: Janeiro 30, 2018

Como viver melhor a Campanha da Fraternidade!

São muitas as formas de violência que enfrentamos dentro de casa, na rua, na sociedade. Mas o cristão não pode se acostumar com elas.

O que podemos fazer para mudar esse cenário caótico de desamor? De que maneira as comunidades podem viver melhor a Campanha da Fraternidade de 2018? Confira 10 dicas:

  • Conversão pessoal: Para mudar os que estão à minha volta, primeiramente eu devo me mudar, ou seja, se vivo em um ambiente de violência doméstica (agressividade, impaciência etc.) devo combatê-la com amabilidade e paciência por amor e por misericórdia.

Read More …

Posted by: | Posted on: Janeiro 29, 2018

CAMPANHA DA FRATERNIDADE!

Com o início da Quaresma, entramos também na Campanha da Fraternidade (CF), uma ação organizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Selecionamos algumas informações importantes sobre o histórico da campanha, os objetivos, ações concretas, que nos faz perceber como os temas estão sempre ligados ao que o povo de Deus vive no Brasil.

1. A inspiração dos temas da Campanha da Fraternidade está sempre ligada a problemas concretos pelos quais a sociedade passa.

A ideia começou no início da década de 1960, quando padres da Cáritas Brasileira idealizaram um fundo para realizar, como Igreja, atividades assistenciais. O embrião da Campanha que temos hoje ocorreu, pela primeira vez, na Quaresma de 1962 em Natal (RN). Cresceu aos poucos e ganhou o apoio de organismos nacionais e da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Read More …

Posted by: | Posted on: Janeiro 17, 2018

A Espiritualidade do Catequista de Iniciação à Vida Cristã.

Muito se fala de espiritualidade e há quem identifique um determinado tipo de espiritualidade. Ora, a espiritualidade é fruto da vida no Espírito, isto é, da vida que é dirigida pelo Espírito Santo. Quando nos deixamos guiar pelo Espírito que procede do Pai e do Filho, nos tornamos pessoas espirituais, cheias do Espírito de Cristo, pois o Espírito nos invade por inteiro, invade todo o nosso ser e o nosso agir.

“A espiritualidade cristã não pode ser entendida simploriamente como um conjunto de práticas espirituais (orações, exercícios ascéticos, regras e normas), mas como algo tão novo e tão inesperado, tão vigoroso e transformador, que leve à afirmação de que Deus está se tornando presente, de maneira singular, entre os homens. É certo que essa espiritualidade não se explica sem a presença operativa do Espírito, que não é Espírito abstrato, mas o Espírito de Cristo, que nos leva ao Espírito de Deus”. (Dicionário de Conceitos Fundamentais do Cristianismo – Espiritualidade – Teologia Fundamental – Paulus) Read More …

Posted by: | Posted on: novembro 30, 2017

Ano do Laicato

Numa visão profética, a Igreja está convocando os cristãos leigos e leigas para um ano de reflexão, de revisão e de avaliação de seu papel laical na sociedade. Ela faz isso consciente da importância de todos os batizados no campo da evangelização. A riqueza da Igreja em saída, no dizer do Papa Francisco, tem reflexo profundo na vida de quem participa do sacerdócio batismal de Jesus.

O tempo definido vai da Festa de Cristo Rei de 2017 a Cristo Rei de 2018. É o “Ano do Laicato”, com o tema: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos numa ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino”, e o lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo” (Mt 5,13-14). Tempo de criar paixão, encontro e seguimento de Jesus Cristo, numa Igreja comprometida com as realidades da cultura moderna.

Com esta matéria, queremos fazer um apelo forte e abrangente a todos os cristãos, principalmente os leigos e as leigas, para descobrir caminhos novos de evangelizar. As bases para isso estão nas palavras motivadoras do Papa Francisco. Na Evangelii Gaudium ele conclama a Igreja para ser mais presente no mundo, indo às periferias existenciais, ao encontro fraterno com as pessoas.

O Ano do Laicato vai dar espaço privilegiado para que os cristãos descubram sua vocação e missão no mundo. Não somos cristãos por acaso, sem compromisso com o Evangelho do Senhor. Enraizados em Jesus Cristo (cf. Cl 2,7), somos a Igreja que caminha na construção do Reino de Deus, que defende a vida e a dignidade das pessoas, porque vê nelas a imagem e a semelhança de Deus.

Será um ano de muita espiritualidade e de motivação para construir, na nova cultura, a esperança de um mundo melhor. Certamente seremos despertados para acreditar e ter a certeza de que um mundo melhor é possível. Deus quer a felicidade de seus filhos, e os convoca para divinizar suas ações concretas no mundo. As mudanças passam pelo testemunho concreto de cada cristão.

O Documento de Aparecida diz que os cristãos leigos e leigas são “verdadeiros sujeitos eclesiais” (n. 497). Significa que eles devem estar presentas nas realidades temporais, visualizando seu testemunho concreto de responsabilidade para com o anúncio da Palavra de Deus. Não podem ser uma luz apagada, escondida, sem compromisso social e alheios aos problemas que afetam a todos.

Dom Paulo Mendes Peixoto – Arcebispo de Uberaba.

Posted by: | Posted on: novembro 24, 2017

Ano do Laicato: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino”

O “Ano do Laicato” tem seu início no último domingo do ano litúrgico, dia 26/11, data em que se comemora a Festa de Cristo Rei. A Igreja do Brasil fará a abertura, em todo território nacional, do Ano Nacional do Laicato, que se estenderá até dia 25 de novembro de 1918.

O arcebispo de Brasília e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal Sergio da Rocha, saúda a realização deste ano como uma oportunidade de valorizar ainda mais a presença e a missão dos cristãos leigos e leigas na Igreja e na Sociedade. “Nós temos a alegria de começar no Brasil o Ano do Laicato, aprovado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, contando de modo especial com a Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato”, disse.

De acordo com o cardeal, toda Igreja no Brasil é convidada a vivenciar intensamente o Ano do Laicato por meio de orações, celebrações e reflexões, mas sobretudo incentivando e apoiando uma participação sempre maior dos cristãos leigos e leigas na vida da Igreja e da sociedade para que sejam de fato sal da terra e luz do mundo numa Igreja em saída.

O tema escolhido para animar a mística do Ano do Laicato é: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino”; e o lema “Sal da Terra e Luz do Mundo”, Mt 5,13-14. Segundo o Bispo de Caçador (SC), Dom Severino Clasen, presidente da Comissão Episcopal Especial para o Ano do Laicato, já era desejo da comissão dar novo impulso, incentivo e estímulo a temática. Read More …

Posted by: | Posted on: novembro 21, 2017

Sacramentos da Iniciação à Vida Cristã

Neuza Silveira de Souza

Na contínua reflexão sobre o processo de Iniciação à vida cristã, somos chamados à vivência e à observância da unidade dos três sacramentos que nos introduzem no mistério de Cristo e da Igreja, bem como os demais sacramentos, pois todos eles rememoram o Cristo presente e atuante na práxis dos membros da comunidade.

Os sacramentos são vistos como atos do próprio Cristo na ação da Igreja e, nesse sentido, são integrados no mesmo caminho de fé, como experiência vital e de crescimento no meio de uma comunidade eclesial. Assim sendo, somos chamados a repensar a nossa identidade cristã e a nossa missão. Uma prática renovadora dos sacramentos será o reflexo de uma Igreja transformada, feliz e convertida, mais conforme à mensagem e à prática de Jesus que nos convida à vida misericordiosa, fraterna e livre.

Diz o documento 107 em seu número 129: “A origem da relação entre os três sacramentos da Iniciação à Vida Cristã tem seu fundamento nas diversas manifestações de Cristo e do Espírito que nos leva à unidade do mistério pascal cumprida pela missão do Filho e consumada pela efusão do Espírito Santo”. Se hoje entendemos assim os sacramentos: manifestação visível de algo invisível, podemos dizer que Jesus Cristo é o Proto-sacramento: o primeiro e grande sacramento do amor de Deus-Trindade. Read More …

Posted by: | Posted on: novembro 20, 2017

Preparação para o Tempo do Advento!

Aproxima-se o Tempo do Advento, início do novo Ano Litúrgico. O ano que está terminando passou tão depressa que muitas vezes nem nos demos conta do seu transcorrer, deixando muitas prioridades, estabelecidas no seu início, sem conclusão. Mas, á apenas mais um ano que termina, e o reinício de um novo ano litúrgico nos abre a possibilidade de mudar a nossa trajetória de vida.

Refletindo sobre o Tempo do Advento, podemos também estabelecer prioridades mais coerentes com uma vida menos corrida e mais compartilhada.

Para auxiliar a preparação para vivermos bem o Advento, vamos publicar alguns artigos de formação sobre esse período, que terá início no dia 3 de dezembro, com o 1º Domingo do Advento, aqui nesta página. Esses artigos serão postados em PDF, para que dessa forma seja possível baixar no seu próprio computador  e ter acesso mais livre.

O primeiro artigo traz a definição, origem e a estrutura do Advento. Para acessar os artigos, à medida que os artigos forem postados, basta clicar sobre os títulos de cada artigo.

CLIQUE AQUI para abrir o artigo: Advento: tempo de preparação, de esperança e de renovação!

O segundo artigo que postamos sobre o Advento traz a sua Teologia.

CLIQUE AQUI para abrir o artigo: A Teologia do Advento!

O terceiro artigo sobre o Advento que trazemos é apresenta a Espiritualidade desse tempo litúrgico.

CLIQUE AQUI para abrir o artigo “A Espiritualidade do Advento”