História da Igreja

now browsing by category

 
Posted by: | Posted on: agosto 1, 2017

O PERDÃO DE ASSIS

porciúnculaNo calendário litúrgico franciscano, o dia 2 de agosto é dedicado à celebração da Festa de Nossa Senhora dos Anjos, padroeira da capela restaurada por São Francisco de Assis, que popularmente é conhecida como “Porciúncula”. Na introdução do texto litúrgico do missal e da liturgia das horas, se diz o seguinte:

“O Seráfico Pai Francisco, por singular devoção à Santíssima Virgem, consagrou especial afeição à capela de Nossa Senhora dos Anjos ou da Porciúncula. Aí deu início à Ordem dos Frades Menores e preparou a fundação das Clarissas; e aí completou felizmente o curso de seus dias sobre a terra. Foi aí também que o Santo Pai alcançou a célebre Indulgência , que os Sumos Pontífices confirmaram e estenderam a outras muitas igrejas. Para celebrar tantos e tão grandes favores ali recebidos de Deus, instituiu-se também esta Festa Litúrgica, como aniversário da consagração da pequenina ermida”.

A propósito da Porciúncula, o Santo Padre se expressou recentemente nos seguintes termos: “O caminho espiritual de São Francisco teve início em São Damião, mas o verdadeiro lugar amado, o coração pulsante da Ordem, onde a fundou e onde, por fim, entregou sua vida a Deus, foi a Porciúncula, a ‘pequena porção’, o cantinho junto à Mãe da Igreja; junto a Maria que, por sua fé tão firme e por seu viver tão inteiramente do amor e no amor com o Senhor, todas as gerações a chamarão bem-aventurada.”

(Frei Régis Daher, OFM)

Como São Francisco pediu e obteve a indulgência do perdão

Read More …

Posted by: | Posted on: setembro 15, 2014

Devoção a Nossa Senhora das Dores

Nossa Senhora das DoresNossa Senhora das Dores ou Mater Dolorosa (Mãe Dolorosa) é um dos vários títulos que a Virgem Maria recebeu ao longo da história. Este título em particular refere-se às sete dores que Nossa Senhora sofreu ao longo de sua vida terrestre, principalmente nos momentos da Paixão de Cristo.

Nossa Senhora das Dores é também chamada de Nossa Senhora da Piedade, Nossa Senhora da Soledade, Nossa Senhora das Angústias, Nossa Senhora das Lágrimas,  Nossa Senhora das Sete Dores, Nossa Senhora do Calvário, Nossa Senhora do Monte Calvário, Mãe Soberana ou ainda Nossa Senhora do Pranto; é invocada em latim como Beata Maria Virgo Perdolens, ou Mater Dolorosa, sendo sob essa designação particularmente cultuada em Portugal.

O culto

O culto a Nossa Senhora das Dores iniciou-se no ano 1221 no Mosteiro de Schönau, na então Germânia, hoje, Alemanha. A festa de Nossa Senhora das Dores como hoje a conhecemos teve início em Florença, na Itália, no ano de 1239 através da Ordem dos Servos de Maria, uma ordem profundamente mariana. Read More …

Posted by: | Posted on: setembro 12, 2014

Festa do Santíssimo Nome de Maria – 12 de Setembro

Virgem Maria - Pintura de Diego Velazquez

Virgem Maria – Pintura de Diego Velazquez

No dia 12 de setembro, a Igreja Católica celebra a Festa do Santíssimo Nome de Maria. Essa festa foi instituída universalmente pelo Papa Inocêncio XI, para comemorar a vitória sobre os turcos na Batalha de Viena em 1683. Ela celebra o nome de Maria, mãe de Jesus.

Assim como alguns dias depois do Natal é celebrada a festa do Santíssimo Nome de Jesus, a Natividade de Nossa Senhora também é seguida de um dia em que é glorificado o seu santo Nome.

Oito dias depois do Nascimento da Santíssima Virgem, em obediência à praxe dos Judeus, seus pais, Ana e Joaquim, deram o nome de Maria (Miriam em hebraico) à sua Filhinha. Por isso, a Liturgia estabeleceu a festa do Santíssimo Nome de Maria no decurso da oitava de sua Natividade. Read More …

Posted by: | Posted on: maio 2, 2014

João XXIII e João Paulo II, Santos e Testemunhas da Fé Católica

D. Vilson Dias de Oliveira, DC, nos enviou um artigo onde faz um relato dos acontecimentos na Canonização de São João XXIII e São João Paulo II. Ele esteve lá e nos conta como foi esse evento tão marcante para a nossa Igreja.

Para ler o artigo, basta clicar no link que está abaixo;

JOÃO XXIII E JOÃO PAULO II: SANTOS E TESTEMUNHAS DA FÉ CATÓLICA

Posted by: | Posted on: abril 24, 2014

ENTENDA PROCESSO DE CANONIZAÇÃO

Nestes dias, a nossa Igreja está vivendo um momento importante, com a canonização de dois Papas que viveram no último século, e que foram conhecidos por muitos de nós. Serão canonizados: Papa João XXIII, que morreu no dia 3 de junho de 1963, há 50 anos; e Papa João Paulo II, que morreu no dia 2 de abril de 2005, há apenas 9 anos. E também foi canonizado há pouco menos de um mês, o Pe. José de Anchieta, jesuíta que viveu a maior parte do tempo do seu ministério no Brasil e por isso é chamado o “Apóstolo do Brasil”.

Diante dessas canonizações, muitos querem saber como se dá um processo de canonização, o que leva a Igreja Católica afirmar que uma pessoa, que viveu como nós, com certeza recebeu a graça de Deus e está ao lado do Senhor Jesus, intercedendo por nós com Ele.

Por esse motivo, aproveitamos a excelente entrevista concedida pelo Pe. Cristiano de Souza e Silva para Jéssiva Marçal, da Redação do site Notícias, da Canção Nova (noticias.cancaonova.com), postando-a em nosso Blog para que catequistas e agentes de pastoral de todo o Brasil possam ter acesso a esse conhecimento e também aproveitar os infográficos para mostrar aos seus catequizandos como se dá um processo de canonização, que declara oficialmente que uma pessoa é Santa.

Doutor em Direito Canônico, padre Cristiano de Souza e Silva, concedeu a entrevista em que explicou como funciona um processo canônico.que explica bem como funciona um processo de canonização. Veja a seguir a explicação com um bom Infográfico. Read More …

Posted by: | Posted on: fevereiro 6, 2014

Uma Igreja mais pastoral e menos administrativa. Entrevista especial com João Batista Libânio

Publicamos aqui uma entrevista feita com o grande teólogo João Batista Libânio, que voltou para a casa do Pai há poucos dias. Essa entrevista foi publicada no site do Instituto Humanitas Unisino. 

“O Papa Francisco centra no encontro pessoal, no diálogo, na transparência da presença, no sorriso, na acolhida das pessoas, no estímulo a não temer medo e testemunhar a fé cristã”, avalia o teólogo.

   Foto de focusfoto.com.br

Foto de focusfoto.com.br

Na sua avaliação, “os dois Papas anteriores se empenharam em transmitir nas viagens, com a consciência da própria responsabilidade da unidade e da guarda do depósito da fé, a doutrina oficial da Igreja. E falavam longamente de temas teológicos ou da moral. O Papa Francisco fez outra opção. Preferiu o discurso direto, próximo das pessoas a tocá-las pela transparência da presença e por teologia simples, acessível com toque pessoal e afetivo. Para ele, sem sentir e ouvir as pessoas, as falas não atingem”.  “A teologia do Papa se distingue dos anteriores pelo acento na dimensão pastoral”, assinala João Batista Libânio (foto abaixo) em entrevista concedida à IHU On-Line por e-mail, ao comentar a visita de Francisco ao Brasil durante a Jornada Mundial da Juventude. Read More …

Posted by: | Posted on: agosto 3, 2013

Artigo de D. Vilson sobre a visita do Papa Francisco ao Brasil

D. VilsonD. Vilson Dias de Oliveira, Bispo da Diocese de Limeira e um fiel colaborador do nosso Blog, nos enviou um artigo onde traz alguns fatos que se referem à visita do nosso Santo Padre, o Papa Francisco, ao Brasil.

D. Vilson esteve em Aparecida e participou da Celebração presidida pelo Papa Francisco, além de acompanhar todos os eventos da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. Agradecemos a D.Vilson por mais essa colaboração.

Artigo sobre a visita do Papa Francisco

Posted by: | Posted on: julho 26, 2013

História de Nossa Senhora de Copacabana

Prof. Dr. Fernando Altemeyer Jr.

N Sra de Copacabana

Copacabana é um vocábulo indígena boliviano. A palavra é a união de duas palavras: copa e caguana, e quer dizer lugar luminoso, resplandecente.

A Basílica Nossa Senhora de Copacabana está situada na cidade de Copacabana, na Bolívia. É onde se encontra a imagem de Nossa Senhora de Copacabana, a padroeira da Bolívia. A igreja foi construída no ano de 1550 em estilo renascentista e foi reconstruída entre 1610 e 1651. A reconstrução foi iniciada pelo arquiteto Francisco Jiménez de Sigüenza. Para complementar a capela fechada, foi construída também uma capela aberta para cerimônias ao ar livre, como já era de costume para os indígenas. A igreja, continuou tendo ampliações, pois, com o passar dos anos, foi aumentando o número de pessoas que frequentavam a igreja, tanto católicos bolivianos e peruanos quanto visitantes do mundo todo. A imagem da santa foi talhada por Francisco Tito Yupanqui, que era de linhagem real inca. Possui a pele morena como o povo da região e é enfeitada com várias joias preciosas, ouro e prata. O seu manto é trocado de tempos em tempos, assim como suas joias. Read More …

Posted by: | Posted on: março 18, 2013

1700 ANOS DO ÉDITO DE MILÃO

Autor: Evaristo Eduardo de Miranda

Em março do ano 313, o imperador Constantino promulgou o Édito de Milão. Ele proclamou não somente o fim das perseguições aos cristãos, que já vinha ocorrendo em diversas regiões do império romano, mas deu aos fiéis dessa nova religião o direito de culto e de não honrar o imperador como uma divindade.

O Édito de Milão não transformou o cristianismo em religião oficial do império romano. Isso só aconteceu, sob o imperador Teodósio I, no final do século. Constantino proclamou pela primeira vez a liberdade religiosa como um direito da pessoa e não mais como uma liberdade coletiva de natureza étnica. Até então, nas culturas antigas, incluindo o judaísmo, cada povo devia poder prestar culto ao(s) deus (es) de seus ancestrais, segundos seus ritos ancestrais. Read More …