Lutero, uma perspectiva ecumênica

Este artigo foi publicado pela Rádio Vaticano, em 29/10/2016

"O Espírito de Deus, que iniciou a obra da unidade, a levará também ao seu cumprimento, uma unidade não como a queremos nós, mas como a quer Ele" - EPA

“O Espírito de Deus, que iniciou a obra da unidade, a levará também ao seu cumprimento, uma unidade não como a queremos nós, mas como a quer Ele” – EPA

Em maio, foi lançado na Itália o texto reelaborado e ampliado de uma conferência do Cardeal Walter Kasper sobre Lutero, proferida em 18 de janeiro passado, no início da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, na Humboldt-Universität de Berlim, a convite da Fundação Guardini (Walter Kasper, Martin Lutero. Una prospettiva ecumenica, Brescia, Queriniana, 2016 ≪Giornale di teologia≫ 387, pagine 75, euro 8).

Dedicado à irmã Ingeborg, falecida em 28 de janeiro, e lançado também na Alemanha (Patmos Verlag) e na Espanha (Sal Terrae), o pequeno livro – do qual trazemos a conclusão – é uma síntese inteligente e ecumenicamente relevante.

No prólogo o autor, que de 2001 a 2010 presidiu o Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, reconhece que “para os católicos, Lutero foi por muito tempo simplesmente um herético, aquele que carrega a culpa da divisão da Igreja ocidental, com todas as suas consequências negativas, até hoje”. Continue lendo

“Todos são chamados a união com Cristo”

Reflexão do Padre Gerson Schmidt - para a Radio Vaticano: 
Memória Histórica – 50 anos do Concílio Vaticano II

“A constituição Dogmática Lumen Gentium é a chave de leitura para todos os outros documentos do Concilio Vaticano II. Sem dúvida é o documento a mais importante do concilio Vaticano II, que fala do mistério da Igreja, sua missão para a salvação da humanidade. Aponta, no número três, uma afirmativa importante: “Todos os homens são chamados a esta união com Cristo, luz do mundo, do qual vimos, por quem vivemos, e para o qual caminhamos” (Lumen Gentium, 3). 

Essa afirmativa cristológica, de que todos são chamados à unidade com Cristo, não acontece de maneira abstrata, mas concretamente na Igreja, que é universal, por isso, chamada de católica. Mais precisamente, a unidade com Cristo, se dá numa comunidade cristã concreta, numa paróquia, num grupo local de vivência cristã, onde se vive o amor e a unidade, e – diz a Lumen Gentium – em torno da Eucaristia. E mesmo que nem todos participem da mesa eucarística, é por meio dela que é significada e realizada a unidade entre os fiéis. “Pelo sacramento do pão eucarístico é significada e realizada essa unidade”(cf. Lumen Gentium, 3). Continue lendo

Entrevista com o Papa Francisco, no retorno da viagem à Armênia, em 26/06/2016

Compartilhamos com vocês, para que tenham a versão oficial e saibam direto da fonte, a entrevista dada pelo Papa Francisco aos jornalistas que o acompanharam, durante o voo de retorno da Armênia.

Este texto foi postado em português no site da Rádio Vaticano, que o traduziu.

Cidade do Vaticano (RV) – Armênia, Bento XVI, Lutero, Reino Unido, homossexuais e mulheres diaconisas: estes foram alguns dos temas que fizeram parte da coletiva de imprensa que o Papa Francisco concedeu no voo que o trouxe de volta ao Vaticano, depois de três dias de viagem à Armênia.

Abaixo, a íntegra das perguntas e respostas, na tradução da redação brasileira.

CLIQUE AQUI: para ler a Entrevista do Papa Francisco, no retorno da Armênia

MENSAGENS DO PAPA FRANCISCO – Mensagem de Natal e Mensagem do 49º Dia Mundial da Paz

Postamos para vocês as mensagens do Papa Francisco, dada no Dia de Natal, 25/12/2015, na Bênção Urbi et Orbi, na hora do Ângelus, na Praça São Pedro.

E também a mensagem que Ele escreveu para o 49º Dia Mundial da Paz, em 1º de janeiro de 2016

As mensagens estão em PDF:

CLIQUE AQUI para abrir: Mensagem de Natal – 2015 – Papa Francisco

CLIQUE AQUI PARA ABRIR: Mensagem para o 49º DIA MUNDIAL DA PAZ – PAPA FRANCISCO

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO PARA O DIA MUNDIAL DAS MISSÕES DE 2015

Dia Mundial das Missões – 18 de Outubro de 2015

Queridos irmãos e irmãs

O Dia Mundial das Missões 2015 se realiza no contexto do Ano da Vida Consagrada e recebe um estímulo para a oração e a reflexão. Na verdade, se todo batizado é chamado a testemunhar o Senhor Jesus proclamando a fé recebida como um presente, isso vale, de modo particular, para a pessoa consagrada, pois entre vida consagrada e missão existe uma ligação forte. O seguimento a Jesus, que determinou o surgimento da vida consagrada na Igreja, responde ao chamado a tomar a cruz e segui-Lo, a imitar a sua dedicação ao Pai e seus gestos de serviço e amor, e a perder a vida para reencontrá-la. Como a existência de Cristo tem um caráter missionário, os homens e mulheres que o seguem mais de perto assumem plenamente esse mesmo caráter.

A dimensão missionária, que pertence à própria natureza da Igreja, é intrínseca a todas as formas de vida consagrada, e não pode ser negligenciada sem deixar um vazio que desfigura o carisma. A missão não é proselitismo ou mera estratégia; a missão faz parte da “gramática” da fé, é algo imprescindível para quem escuta a voz do Espírito que sussurra “vem” e “vai”. Quem segue Cristo se torna missionário e sabe que Jesus «caminha com ele, fala com ele e respira com ele. Sente Jesus vivo junto com ele no compromisso missionário» (EG, 266). Continue lendo

Mensagem do Papa Francisco para o 49º Dia Mundial das Comunicações Sociais

No próximo domingo, dia 17 de maio de 2015, Festa da Ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo, a Igreja celebra o 49º Dia Mundial das Comunicações Sociais.

O tema da mensagem preparada pelo Papa Francisco para essa data é “Comunicar a família: ambiente privilegiado do encontro na gratuidade do amor”

A íntegra da mensagem foi divulgada, no dia 23 de janeiro, durante uma coletiva de imprensa, no Vaticano. E nós a colocamos aqui abaixo em PDF:

Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial das Comunicações Sociais

ANÚNCIO DO ANO DA MISERICÓRDIA

anuncia-ano-misericordiaNo dia 15 de março de 2015, Quarto Domingo da Quaresma, o Papa Francisco anunciou um Jubileu Extraordinário da Misericórdia, que terá início no dia 8 de dezembro de 2015, na Solenidade da Imaculada Conceição e será concluído no dia 20 de novembro de 2016, último domingo do Ano Litúrgico, na celebração de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo.

Vejam a seguir a íntegra da Homilia do Papa e também um breve vídeo com o anúncio

INTEGRA DA HOMILIA E ANÚNCIO DO ANO DA MISERICÓRDIA 

Também este ano, na vigília do quarto Domingo de Quaresma, nos reunimos para celebrar a liturgia penitencial. Estamos unidos a tantos cristãos que, hoje, em todas as partes do mundo, aceitaram o convite para viver este momento como sinal da bondade do Senhor. Com efeito, o Sacramento da Reconciliação permite que nos aproximemos com confiança do Pai para ter a certeza do seu perdão. Ele é deveras «rico em misericórdia» e difunde-a em abundância sobre quantos a Ele recorrem com coração sincero. Continue lendo

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO PARA A QUARESMA DE 2015

«Fortalecei os vossos corações» (Tg 5,8)

Amados irmãos e irmãs!

Tempo de renovação para a Igreja, para as comunidades e para cada um dos fiéis, a Quaresma é  sobretudo um « tempo favorável » de graça (cf. 2  Cor6,2). Deus nada nos pede, que antes não no-lo  tenha dado: « Nós amamos, porque Ele nos amou  primeiro »  (1 Jo4,19). Ele não nos olha com indiferença; pelo contrário, tem a peito cada um de nós,  conhece-nos pelo nome, cuida de nós e vai à nossa  procura, quando O deixamos. Interessa-Se por cada  um de nós; o seu amor impede-Lhe de ficar indiferente perante aquilo que nos acontece. Coisa diversa se passa connosco! Quando estamos bem e comodamente instalados, esquecemo-nos certamente  dos outros (isto, Deus Pai nunca o faz!), não nos  interessam os seus problemas, nem as tribulações  e injustiças que sofrem; e, assim, o nosso coração  cai na indiferença: encontrando-me relativamente  bem e confortável, esqueço-me dos que não estão  bem! Hoje, esta atitude egoísta de indiferença atingiu uma dimensão mundial tal que podemos falar de uma globalização da indiferença. Trata-se de um  mal-estar que temos obrigação, como cristãos, de  enfrentar. Continue lendo

Devoção a Nossa Senhora das Dores

Nossa Senhora das DoresNossa Senhora das Dores ou Mater Dolorosa (Mãe Dolorosa) é um dos vários títulos que a Virgem Maria recebeu ao longo da história. Este título em particular refere-se às sete dores que Nossa Senhora sofreu ao longo de sua vida terrestre, principalmente nos momentos da Paixão de Cristo.

Nossa Senhora das Dores é também chamada de Nossa Senhora da Piedade, Nossa Senhora da Soledade, Nossa Senhora das Angústias, Nossa Senhora das Lágrimas,  Nossa Senhora das Sete Dores, Nossa Senhora do Calvário, Nossa Senhora do Monte Calvário, Mãe Soberana ou ainda Nossa Senhora do Pranto; é invocada em latim como Beata Maria Virgo Perdolens, ou Mater Dolorosa, sendo sob essa designação particularmente cultuada em Portugal.

O culto

O culto a Nossa Senhora das Dores iniciou-se no ano 1221 no Mosteiro de Schönau, na então Germânia, hoje, Alemanha. A festa de Nossa Senhora das Dores como hoje a conhecemos teve início em Florença, na Itália, no ano de 1239 através da Ordem dos Servos de Maria, uma ordem profundamente mariana. Continue lendo