Archives

now browsing by author

 
Posted by: | Posted on: agosto 21, 2017

A identidade

De que e de quem. Poderia ser do Brasil, ou de cada brasileiro. Refiro-me à identidade de Jesus Cristo, o Filho de Deus, que se fez homem como todos nós, que veio ao mundo com a missão de salvação e a cumpriu dando a vida por essa causa. Ele é a revelação de Deus Pai, fiador de uma vida pautada na dignidade e no respeito incondicional pela natureza criada para o bem das pessoas.

A dimensão autêntica da fé nos leva à ideia real de Deus, que vemos em Jesus Cristo, não como alguém que castiga e faz distinção entre as pessoas e que privilegia um e exclui outro. Ele é o Deus da vida, que supera todo tipo de fraqueza, de revolta, violência e desânimo para construir a sociedade do amor e da fraternidade. Sua identidade deve acontecer na vida de cada ser humano. Read More …

Posted by: | Posted on: agosto 21, 2017

A Arte de Ser Catequista!

Ser Catequista é…

… é viver em sintonia com Deus;

… é ser discípulo/a de Jesus;

… é deixar-se tocar pelo Espírito Santo;

… é caminhar ao encontro do Cristo;

… é mirar-se no exemplo de Maria;

… é disponibilizar-se ante o chamado;

… é comprometer-se com a construção do Reino;

… é estar ciente do seu papel no anúncio da Boa Nova;

… é assumir com amor a própria missão;

… é colocar-se a serviço da comunidade;

… é dedicar-se com amor ao seu ministério;

… é ter a sabedoria dos profetas;

… é compreender o sentido da Palavra;

… é dar testemunho de fé na vida;

… é ter o coração aberto para acolher os irmãos;

… é ir ao encontro dos mais pobres;

… é converter-se todos os dias;

… é ter a certeza do amor de Deus por nós;

… é saber discernir entre o bem e o mal;

… é alimentar-se de esperança;

… e viver a caridade em cada gesto.

Para ser catequista é preciso ter uma fé madura, que leve ao compromisso com o próximo;

É preciso ter confiança nos desígnios de Deus, para entregar-se por inteiro à ação missionária;

É preciso ter coragem para anunciar o projeto do Reino e denunciar toda forma de injustiça;

É preciso transformar a própria vida a cada dia para dar testemunho de vivência cristã autêntica;

É preciso saber perdoar antes mesmo que o outro lhe peça perdão, ciente de que a misericórdia é dom de Deus.

É preciso olhar para dentro de si e encontrar os cantos mais escuros para iluminá-los com a luz da fé;

É preciso despojar-se de todos os preconceitos, de falsas verdades, de ideologias, de visões mesquinhas, de teologias distorcidas;

Enfim, é preciso abrir espaço para o espírito solidário e compassivo e abrir os olhos para a pedagogia divina, pois só assim nos tornaremos “Catequistas”.

A arte de ser catequista está em deixar-se amar por Deus e envolver-se em seu plano de amor para  com a humanidade.

Ser Catequista não é um emprego, é uma missão; não é um trabalho voluntário, é um ministério;

Ser Catequista é uma Vocação!

Posted by: | Posted on: agosto 18, 2017

Celebração da Assunção de Nossa Senhora

No dia 15 de agosto, nossa Igreja celebra a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora. No Brasil, essa festa é celebrada no domingo seguinte à essa data, neste ano de 2017 será no dia 20 de agosto.

A Assunção de Nossa Senhora, pelos merecimentos de Cristo, vem lembrar-nos que não temos aqui na terra morada permanente, que nosso destino é o céu. É preciso contemplar a eternidade presente no meio de nossa humanidade. Gostamos de contemplar tantas coisas bonitas no mundo, mas a eternidade não pode ficar esquecida por nós. Maria é a Arca da Aliança e ela antecipa com sua assunção a glória a que todos estamos destinados. Contemplemos Maria, que é nossa Mãe e Mãe da Igreja peregrina.

Essa solenidade possui duas celebrações específicas, para a Vigília (sábado após as 16 horas) e para o dia (domingo). Dom Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, nos enviou as duas celebrações, que vocês encontram aqui, em PDF:

CLIQUE AQUI para abrir o arquivo da Missa da Vigília da solenidade da Assunção de Nossa Senhora – 2017

CLIQUE AQUI para abrir o arquivo da Missa do Dia da Solenidade da Assunção de Nossa Senhora

Posted by: | Posted on: agosto 18, 2017

Celebração para Dia do Catequista

Ser catequista não é opção pessoal, é chamado! Catequistas são pessoas chamadas por Deus e enviadas pela comunidade, que vai educar na fé aqueles que desejam seguir os passos de Jesus na comunidade católica. Por esse motivo, devem ser imagem viva de Jesus no meio do povo.

A Catequese é um ministério e ser catequista é ser ministro e ministra da Palavra.  Não basta querer ser catequista, mas é preciso ter vocação, um chamado que não parte da vontade pessoal, mas é a vontade de Deus, de Jesus que toca o coração e faz arder nele a chama da vocação que move montanhas e abre caminhos. E é essa chama que transforma a vida das pessoas. A comunidade reconhece essa luz, por isso a envia como sua representante para educar seus membros.

A Catequese é a missão primordial da Igreja e ser catequista é manter viva essa missão. Assim, catequistas de todos os cantos, até dos mais longínquos, merecem o nosso agradecimento e o reconhecimento da comunidade pelo serviço pastoral essencial a que se dedicam.

É por tudo isso que no Dia do Catequista, a comunidade deve valorizar o Ministério da Catequese e identificar quem se coloca a serviço da Igreja assumindo esse ministério. Para tanto, sugerimos uma celebração que pode ser realizada dentro da Missa. E para facilitar, colocamos em PDF, para que possam baixar no próprio computador e imprimir.

CLIQUE AQUI para abrir o arquivo da Celebração para o “Dia do Catequista”

Posted by: | Posted on: agosto 17, 2017

Mensagem aos Catequistas

Querido Irmão, querida Irmã Catequista,

Transcorrerá no dia 27 de agosto de 2017 o Dia do Catequista. Como o tempo parece muito veloz escrever-lhe outra vez pode até parecer apenas um hábito que se repete a cada ano. Mas se lançarmos um olhar às tantas experiências catequéticas de amor, de dor, de cruz e de vitórias, então as lembranças conferem sentido a estas linhas. Esta carta, além de uma palavra de gratidão em nome dos Bispos do Brasil, quer lhe encorajar à perseverança.

Lembra daquele catequizando(a) repleto de muitas carências, que esboçou um sorriso tímido ao receber seu gesto de ternura de catequista? É bem possível que a Catequese seja um dos poucos ambientes em que alguém lhe manifestou afeto. E Você Catequista estava lá para amar aquele(a) que Deus queria abraçar. Nem Deus nem o catequizando vão esquecer. Se por um lado houve caminhos espinhosos, por outro, quão belas devem ter sido aquelas experiências de amor gratuito!! Read More …

Posted by: | Posted on: agosto 16, 2017

Vocação à Vida Consagrada

A Vida Religiosa Consagrada

Com a expressão Vida Religiosa Consagrada nos referimos a certos cristãos – homens e mulheres – que vivem uma forma especial de seguimento a Jesus Cristo. Vivem em comunidade. Cultivam a oração. Meditam a Palavra de Deus. E participam na missão evangelizadora da Igreja, com especial atenção aos que foram os preteridos de Jesus; pobres, enfermos, pequenos…Os que abraçam essa forma de vida, não casam, vivem pobremente, e obedecem a regra e constituições próprias do Instituto a que pertencem.

Olhando mais de perto. A Vida Religiosa é uma forma de pertença a Deus e a Cristo, uma adesão amorosa ao Evangelho e ao Reino de Deus. Pode parecer estranho, mas a iniciativa dessa escolha não é da pessoa, mas de Deus. A pessoa sente-se chamada, atraída, envolvida pelo amor de Deus que a solicita. E a certa altura a pessoa se dá conta que esse amor é tudo, vale tudo, merece tudo, está acima de tudo. E então “se rende”. Entrega-se, deixa-se conduzir, coloca-se ao seu dispor: “Senhor, que queres que eu faça?” Read More …

Posted by: | Posted on: agosto 15, 2017

Sinal de esperança

Muitas pessoas se desesperam quando se envolvem com os problemas do cotidiano. Isso é sinal de fragilidade e de desequilíbrio emocional, provocado pelo contexto social do momento, mas também pela própria identidade e formação de cada indivíduo. As pessoas existem para viver, descobrindo na vida as motivações de esperança, olhando para o futuro como possibilidade concreta de felicidade.

A História da Salvação projetada pelo Senhor da vida, que perpassa por todo o Antigo Testamento e continua nos novos tempos, tem suas marcas dentro do contexto da Sagrada Escritura. A Bíblia está recheada de figuras concretas de pessoas que acreditaram em projetos de esperança. Foram grandes sinais de vida e de construção do Reino de Deus, e lutaram para realizá-lo com determinação.

Entre tantas personagens bíblicas, que foram modelos para as novas culturas, destacamos a figura de Maria, a Mãe de Jesus Cristo, pessoa simples, mas com personalidade forte e determinada. Sua postura foi indiscutivelmente firme, levando avante o “sim” como resposta a uma proposta desafiante no projeto de Deus. O “Faça-se em mim segundo sua a tua palavra” (Lc 1,38) a identifica no projeto. Read More …

Posted by: | Posted on: agosto 15, 2017

Dinâmica para encontro com pais da Catequese: “A Família”

Preparação:

Providenciar duas folhas de cartolina, ou de papel pardo (papel de embrulho); canetões pretos e coloridos; cola para papel.

Escolher duas pessoas para levarem o cartaz no início do encontro; e escolher mais três pessoas para uma atividade.

Acolhida:

À medida que as famílias vão chegando, pedir que um dos membros escreva o sobrenome da família na cartolina (ou papel pardo), com canetão preto.

Oração inicial:

O/A catequista dá as boas-vindas e faz a acolhida das famílias com o sinal da cruz. Depois, convida a cantar. (sugestão: Reunidos aqui, para louvar o Senhor)

Enquanto se canta, entra o cartaz com o nome das famílias. Ele é colocado na frente, preso em um quadro ou parede.

Então, as duas ou três pessoas escolhidas para a atividade recebem um canetão, de cores diferentes, e vão ligar os nomes, um a outro, formando uma rede colorida. (Continuar a cantar até que a rede esteja pronta).

Perguntar a todos o que significam as linhas que unem os sobrenomes das famílias. (dar alguns minutos para que falem).

{A rede de famílias representa as relações entre as famílias na comunidade, bem como os elos que formam novas famílias}

Em seguida, um(a) catequista proclama a Palavra de Deus: Gn 2,18-24 Read More …

Posted by: | Posted on: agosto 12, 2017

Dinâmica para a Celebração do Dia dos Pais

Material necessário:

  • Papeis cortados em formato quadrado (10×10 cm)
  • Canetas
  • 4 ou 6 cestas ou vasilhas de boca larga bem enfeitadas com fitas ou flores (para colocar os papeis)

Preparação:

Escolher alguns jovens ou adolescentes (de preferência que tenham mais de 10 anos de idade) – o número deles deve ser suficiente para acolher todas as pessoas que chegam para a celebração, conversando com elas. O ideal deve ser de 10 a vinte jovens e adolescentes, conforme o tamanho da comunidade.

Instruir esses jovens e adolescentes sobre o que devem fazer.

Antes da Celebração:

Eles irão se colocar nas portas da Igreja, pelo menos 30 minutos antes do início da celebração, e acolher cada pessoa que chega, cumprimentando e perguntando a elas: Read More …