terça-feira, agosto 15th, 2017

now browsing by day

 
Posted by: | Posted on: agosto 15, 2017

Sinal de esperança

Muitas pessoas se desesperam quando se envolvem com os problemas do cotidiano. Isso é sinal de fragilidade e de desequilíbrio emocional, provocado pelo contexto social do momento, mas também pela própria identidade e formação de cada indivíduo. As pessoas existem para viver, descobrindo na vida as motivações de esperança, olhando para o futuro como possibilidade concreta de felicidade.

A História da Salvação projetada pelo Senhor da vida, que perpassa por todo o Antigo Testamento e continua nos novos tempos, tem suas marcas dentro do contexto da Sagrada Escritura. A Bíblia está recheada de figuras concretas de pessoas que acreditaram em projetos de esperança. Foram grandes sinais de vida e de construção do Reino de Deus, e lutaram para realizá-lo com determinação.

Entre tantas personagens bíblicas, que foram modelos para as novas culturas, destacamos a figura de Maria, a Mãe de Jesus Cristo, pessoa simples, mas com personalidade forte e determinada. Sua postura foi indiscutivelmente firme, levando avante o “sim” como resposta a uma proposta desafiante no projeto de Deus. O “Faça-se em mim segundo sua a tua palavra” (Lc 1,38) a identifica no projeto. Read More …

Posted by: | Posted on: agosto 15, 2017

Dinâmica para encontro com pais da Catequese: “A Família”

Preparação:

Providenciar duas folhas de cartolina, ou de papel pardo (papel de embrulho); canetões pretos e coloridos; cola para papel.

Escolher duas pessoas para levarem o cartaz no início do encontro; e escolher mais três pessoas para uma atividade.

Acolhida:

À medida que as famílias vão chegando, pedir que um dos membros escreva o sobrenome da família na cartolina (ou papel pardo), com canetão preto.

Oração inicial:

O/A catequista dá as boas-vindas e faz a acolhida das famílias com o sinal da cruz. Depois, convida a cantar. (sugestão: Reunidos aqui, para louvar o Senhor)

Enquanto se canta, entra o cartaz com o nome das famílias. Ele é colocado na frente, preso em um quadro ou parede.

Então, as duas ou três pessoas escolhidas para a atividade recebem um canetão, de cores diferentes, e vão ligar os nomes, um a outro, formando uma rede colorida. (Continuar a cantar até que a rede esteja pronta).

Perguntar a todos o que significam as linhas que unem os sobrenomes das famílias. (dar alguns minutos para que falem).

{A rede de famílias representa as relações entre as famílias na comunidade, bem como os elos que formam novas famílias}

Em seguida, um(a) catequista proclama a Palavra de Deus: Gn 2,18-24 Read More …