SÍMBOLO DO BLOG DA CATEQUESE

Featured

novo logo do Blog da Catequese

BLOG DA CATEQUESSE

O Blog da Catequese é um veículo de comunicação, formação e apoio a catequistas que, por vocação, buscam valorizar a missão que receberam e enriquecer o seu discipulado.

SIMBOLOGIA DO NOSSO LOGO 

O logo do Blog da Catequese apresenta: Duas mãos representando as mãos dos catequistas, sempre prontas a se doarem a serviço do anúncio do Evangelho. Essas mãos formam um coração acolhedor que tem a cruz no centro. A cruz representa Cristo como guia de um coração aberto para acolher o próximo.

Há no logo também a simbologia dos sacramentos de iniciação na vivência cristã: a Cruz – sinal do Batismo; o círculo branco – representação da Eucaristia; e a forma das mãos, como asas, representando o Espírito Santo – representação do Crisma.

Este é o jeito da Editora Vozes valorizar todos aqueles que dedicam suas vidas ao ministério da Catequese. O Blog da Catequese, criado com o único objetivo de apoiar os catequistas em sua missão, busca levar até os mais distantes cantinhos do nosso país a riqueza que há na difusão da Catequese. E na Comunidade do Blog da Catequese Vozes, no Facebook, compartilha as notícias e informações cotidianas da nossa Igreja. Faça parte dessa comunidade acessando e curtindo a página pelo link que fica na barra lateral deste Blog.

CRISTO RESSUSCITOU! ALELUIA!

Featured

Feliz Páscoa!

Jesus ressuscitou! A morte não teve a palavra final, apesar de Jesus ter sido obediente a ela, Deus Pai o resgatou das mãos injustas e lhe devolveu a vida, vencendo definitivamente aquela que O arrastara ao sepulcro.

Jesus ressuscitou! E com Ele ressuscitou também a esperança de que, seguindo seus passos e vivendo com o mesmo amor que Ele viveu – amor a Deus e ao próximo, também nós poderemos alcançar a ressurreição.

Jesus ressuscitou! A sua ressurreição inaugurou um novo tempo, abriu as portas a uma nova forma de viver. O reinado do egoísmo, da ganância e da prepotência foi vencido pelo reino da justiça, da compaixão e da misericórdia. Continue lendo

Celebração do Terceiro Domingo da Páscoa

O Tempo Pascal nos ajuda a aprofundar o mistério da Páscoa, a entrar mais profundamente nele. Este já é o terceiro domingo que temos para fazer essa verdadeira mistagogia.

Como aos discípulos reunidos, hoje o Senhor apresenta-se a nós para mostrar a identidade entre o Crucificado e o Ressuscitado: “Vede minhas mãos e meus pés: sou eu mesmo!” (Lc 24,39).

Uma ênfase da celebração de hoje deve ser a certeza da presença de Deus, em Cristo, na comunidade e no mundo. “A nossa cultura perdeu a noção desta presença concreta de Deus, da sua ação no mundo; pensamos que Deus Se encontra só no além, em outro nível de realidade, separado das nossas relações concretas” (“Lumen Fidei” – Carta Encíclica do Papa Francisco sobre a fé, n.21).

A Celebração deste Terceiro Domingo da Páscoa foi enviada por D. Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira – e está no link abaixo:

Celebração do 3º Domingo da Páscoa – ano B

 

Espaço vazio

Já falamos de “Sepulcro vazio”. A intenção agora é refletir sobre “Espaço vazio”, podendo ser físico, psicológico ou espiritual. Após a morte de Cristo, pela motivação dos profetas do Antigo Testamento, à primeira vista, ficou um grande vazio. Parece que reinou uma profunda decepção e as esperanças de situações novas no processo de libertação do povo caíram por terra.

Páscoa significa espaços que foram preenchidos pelo Cristo ressuscitado. É o espaço da fé, que só tem sentido se Cristo é visto como O ressuscitado, que está vivo. A questão não é o espaço físico, mas o que é assumido no contexto do mistério e nas palavras do próprio Jesus: “Sou eu” (Jo 6,20). Continue lendo

Celebração do Segundo Domingo da Páscoa

Na celebração deste segundo domingo da Páscoa, somos chamados a reconhecer que a misericórdia divina é o dom pascal que a Igreja recebe de Cristo Ressuscitado e oferece à humanidade. A presença de Cristo ao lado dos discípulos é sempre renovadora e transformadora, e nos faz homens e mulheres, capazes de amar até o fim, do jeito de Jesus.

D. Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira, nos enviou a Celebração do Segundo Domingo da Páscoa, que está no link abaixo:

Celebração do Segundo Domingo da Páscoa – ano B

 

Fé e Comunidade

A espera da ressurreição de Cristo já passou. Agora são novos tempos, novos compromissos e concreta prática da fé na vida comunitária. Não somos seres isolados e sem compromisso uns com os outros. Temos uma identidade social, que pode ser fortalecida ou não pela prática da fé, na vida cristã. Ela pode fertilizar e dar qualidade aos nossos relacionamentos na convivência social.

A fé, vivida na comunidade, provoca partilha e vida fraterna. Cada um passa a sair de si mesmo e se dedicar ao outro, revelando sua capacidade de construir a “cultura do encontro”, nos dizeres do papa Francisco. Isto significa que a fé tira a pessoa do fechamento e da vida hermética, protegida por barreiras que distanciam os indivíduos uns dos outros, tira do isolamento causador de sofrimento. Continue lendo

UM PEQUENO GRANDE INTERPRETE

Assistam ao vídeo da História da Páscoa contada em LIBRAS pelo pequeno interprete Pietro (6 anos), da Pastoral dos Surdos da Arquidiocese de Sorocaba. E não deixem de compartilhar a notícia para que outros catequistas possam usar esse vídeo, principalmente aqueles que trabalham com crianças, jovens e adultos surdos, pois é tão escasso o material para evangelizar essas pessoas.

Pietro é filho da interprete Camila Aleixo e do Márcio (Ministério de Música), uma família muito atuante na evangelização e no trabalho pastoral.

Há uns 15 dias, a coordenadora da Pastoral dos Surdos de Sorocaba enviou um desenhos para o Pietro pintar e pediu para sua mãe, a Camila, contar a história da Pascoa para o filhinho. Pediu-lhe que tirasse algumas fotos, dele pintando os desenhos e também dos desenhos já pintados. O Pietro ama desenhar e pintar. Também foi pedido à mãe para gravar um vídeo, onde ele conta a história com o jeitinho dele, interpretando a história em LIBRAS, a linguagem dos surdos… 
vejam que lindo esse pequeno-grande interprete mirim (que mesmo resfriado, interpretou direitinho, amamos o jeitinho das crianças):

O Caminho da Ressurreição!

Jesus ressuscitou! Ele venceu a morte e inaugurou o tempo de vida eterna. Deus ressuscitou Jesus porque Ele foi fiel ao Pai até o fim, viveu pregando o amor, a compaixão e a misericórdia. Mostrou a verdadeira face do Pai, a face generosa e amorosa de um Deus compassivo que deseja o bem, a felicidade de todos os seus filhos.

Ao ressuscitar Jesus, Deus escancarou as portas do reino da morte, rompeu com todas as amarras que prendiam o ser humano nas trevas. Inundou de luz o abismo profundo que separava a humanidade do céu. Com a ressurreição de Jesus, Deus ofereceu a ressurreição para todos os seres humanos. Continue lendo

Celebração do Domingo de Páscoa

pascoa191“O Senhor ressuscitou, aleluia”. A liturgia do Domingo de Páscoa é passagem da morte para a vida, pois celebramos de maneira eminente a Ressurreição do Senhor. Neste momento vivemos uma realidade passada e ao mesmo tempo presente e atual: vencida a morte, celebra-se a vida, Jesus Cristo, o Cordeiro imolado, tirou o pecado do mundo: morrendo destruiu a morte, ressurgindo deu-nos nova vida. O mundo exulta. A mão do Senhor, que pousou sobre Cristo, pousa agora sobre nós. O que realizou em Cristo realiza em nós: faz-nos viver. Hoje é um imenso dia. É o dia eterno: “estou sempre contigo”.

D. Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Docese de Limeira – nos enviou a Celebração do Domingo de Páscoa, que está no link abaixo:

 Celebração do Domingo de Páscoa – ano B