CAMPANHA DE VALORIZAÇÃO DO CATEQUISTA

Featured

novo logo do Blog da Catequese

Estimados/as catequistas, em comemoração ao mês vocacional e ao Dia do Catequista o Blog da Catequese, numa ação da Editora Vozes, iniciou a “Campanha de Valorização do Catequista“, com o tema “Catequista por Vocação“.

Essa Campanha traz uma nova logomarca para o Blog da Catequese, inspiração e criação da Editora Vozes.

SIMBOLOGIA DO LOGO DO BLOG DA CATEQUESE:

Duas mãos representando as mãos dos catequistas, sempre prontas a se doarem a serviço do anúncio do Evangelho. Essas mãos formam um coração acolhedor que tem a cruz no centro, representando Cristo como guia de um coração aberto para acolher o próximo.

Há no logo também a simbologia dos sacramentos de iniciação na vivência cristã: a Cruz – sinal do Batismo; o círculo branco – representação da Eucaristia; e a forma das mãos, como asas, representando o Espírito Santo – representação do Crisma.

Este é o jeito da Editora Vozes valorizar todos aqueles que dedicam suas vidas ao ministério da Catequese. O Blog da Catequese, criado com o único objetivo de apoiar os catequistas em sua missão, busca levar até os mais distantes cantinhos do nosso país a riqueza que há na difusão da Catequese. E na Comunidade do Blog Da Catequese Vozes, no Facebook, compartilha as notícias e informações cotidianas da nossa Igreja. Faça parte desta comunidade acessando e curtindo a página pelo link que fica na barra lateral deste Blog.

Celebração do 25º Domingo do Tempo Comum

trabalhadores da vinhaNeste domingo, aprendemos que o Reino do céu é a riqueza que Deus quer dar a todos. Precisamos nos alegrar com aqueles que chegam depois de nós. Não precisamos cobrar “mais moedas de pratas” por isso. Assim o Reino dos céus se torna o sonho de Deus realizado e partilhado igualmente em nossas vidas.

A Celebração que postamos aqui nos foi enviada por D. Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira. Clique sobre o link para abri-la e salvá-la em seu computador.

CELEBRAÇÃO DO 25º DOMINGO DO TEMPO COMUM – ANO A – 2014

Por onde caminhar

povo a caminho para JesusSeja cidadão comum, letrado ou não, rico ou pobre, político ou politiqueiro, o fim de todos é o mesmo: a morte. Não há como escapar, mesmo com o melhor “elixir da vida”. Há, sim, critérios para dar sentido de esperança ao que chamamos de morte. A planta morre para nascer. A vida humana brota, cresce e faz história para terminar seu tempo envolvido numa dimensão de eternidade.

Não podemos reduzir o mistério da vida em futilidade. Por isto é preciso entender a frase bíblica: “Os últimos serão os primeiros e os primeiros serão os últimos” (Mt 20,10). Tudo passa pelo caminho do comportamento e do perfil que a pessoa assume no relacionamento comunitário. A medida está no grau de justiça e caridade praticadas. Continue lendo

UMA REFLEXÃO IMPORTANTE!

Foto do Papa FranciscoUma das maiores solicitações dos catequistas nas assembleias e congressos da Pastoral Bíblico-Catequética é a formação, que eu concordo ser necessária tanto para o fortalecimento da própria identidade cristã, como para a preparação ao ministério da Catequese.

No entanto, quando essa formação está disponível, grande é o número de catequistas que não a aproveitam, tendo muitas desculpas para justificar sua omissão.

Essa é uma reflexão que todos os grupos de catequistas, nas milhares de comunidades espalhadas pelo nosso país deveria fazer, se perguntando: Em nossa comunidade, podemos realizar um trabalho de formação conjunto? Aproveitamos os meios de que dispomos para que essa formação seja efetiva e bem aproveitada? Continue lendo

RETIRO COM ANSELM GRÜN – “Reconciliar-se com Deus”

No domingo, dia 7 de setembro DE 2014, A Editora Vozes reuniu um grupo de mais de duzentas pessoas que participaram de um Retiro com o Monge Beneditino Anselm Grün, no Espaço Anhanguera, em São Paulo, SP – Brasil.
O tema do retiro foi “Reconciliar-se com Deus”, um momento de grande espiritualidade que motivou o  reencontro de cada um consigo mesmo e com Deus Amor.
Muitas fotos foram tiradas durante o Retiro e devido á quantidade foram editadas em duas apresentações.

Aqueles que foram retratados nas fotos e que desejam receber uma cópia da mesma, por favor encaminhe um email para catequese@vozes.com.br fazendo a sua solicitação. É necessária a identificação com uma foto que deve ser enviada, para que possamos reconhecer a pessoa nas fotos, além da descrição da roupa que usava no dia do evento, pois assim teremos maior segurança de que as fotos não serão enviadas para pessoas estranhas.

Fotos do Retiro com Anselm Grün – Primeira parte – Pregação e Celebração Eucarística.

Fotos do Retiro com Anselm Grün – Parte 2 – Almoço e tarde de autógrafos

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo – A oração do Pai Nosso

Há algum tempo, uma catequista nos solicitou a postagem do vídeo do Evangelho em que Jesus ensina a orar o Pai Nosso. Nós solicitamos ao Pe. Antonio da paróquia de São João Batista, da Região Episcopal da Lapa, Arquidiocese de São Paulo, pois ele sempre posta esses vídeos em sua página, muito gentilmente, ele atendeu o nosso pedido, procurando pelo vídeo, dublado em português e o postou no youtube, enviado-nos o link para que pudéssemos postar aqui, a fim de que todos possam aproveitar.

Vídeo do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo Mateus 6, 7-15

Devoção a Nossa Senhora das Dores

Nossa Senhora das DoresNossa Senhora das Dores ou Mater Dolorosa (Mãe Dolorosa) é um dos vários títulos que a Virgem Maria recebeu ao longo da história. Este título em particular refere-se às sete dores que Nossa Senhora sofreu ao longo de sua vida terrestre, principalmente nos momentos da Paixão de Cristo.

Nossa Senhora das Dores é também chamada de Nossa Senhora da Piedade, Nossa Senhora da Soledade, Nossa Senhora das Angústias, Nossa Senhora das Lágrimas,  Nossa Senhora das Sete Dores, Nossa Senhora do Calvário, Nossa Senhora do Monte Calvário, Mãe Soberana ou ainda Nossa Senhora do Pranto; é invocada em latim como Beata Maria Virgo Perdolens, ou Mater Dolorosa, sendo sob essa designação particularmente cultuada em Portugal.

O culto

O culto a Nossa Senhora das Dores iniciou-se no ano 1221 no Mosteiro de Schönau, na então Germânia, hoje, Alemanha. A festa de Nossa Senhora das Dores como hoje a conhecemos teve início em Florença, na Itália, no ano de 1239 através da Ordem dos Servos de Maria, uma ordem profundamente mariana. Continue lendo