Comissão para a Animação Bíblico-catequética do Regional Sul I da CNBB realiza Assembleia de Catequese

Foto Assembleia (1)Entre os dias 18 e 20 de julho de 2014, aconteceu a Assembleia da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética do Regional Sul I da CNBB, que foi realizada no Espaço Anhanguera Eventos (antiga Casa de Encontros Santa fé), cidade de são Paulo, SP. A Assembleia teve como tema: “Catequista e Comunidade, protagonistas para a Nova Evangelização”. O tema foi preparado pela Comissão Regional da Animação Bíblico-Catequética, e dirigido pela Equipe de Coordenação de Catequese na pessoa do seu assessor regional, Pe. Paulo Cesar Gil, da Arquidiocese de São Paulo, e pelo bispo referencial dessa Comissão, D. Vilson Dias de Oliveira, Bispo da Diocese de Limeira, SP. Continue lendo

Celebração do 16º Domingo do Tempo Comum

colheitaNeste domingo, vamos perceber que o amor paciente de Deus dá novas possibilidades para que uma semente ruim possa transformar-se numa boa semente e assim ajudar na construção do Reino de Deus.

A Celebração que postamos aqui foi enviada por D. Vilson Dias de Oliveira, DC – Bispo da Diocese de Limeira. Para acessar a Celebração basta clicar no link abaixo.

Celebração do 16º Domingo do Tempo Comum – ano A

Escola de Catequese da Comissão para Animação Bíblico-catequética do Regional Sul 1

simbolo-escola-catequeticaA Comissão para a Animação Bíblico-catequética, do Regional Sul 1 da CNBB, realizou entre os dias 15 e 18 de julho, no Auditório do Espaço Anhanguera, em São Paulo, o Módulo I da Escola “Atualização Catequética e Animação Bíblico-catequética”.

De acordo com D. Vilson Dias de Oliveira, Bispo da Diocese de Limeira e presidente da Comissão Regional para Animação Bíblico-Catequética, “o processo da escola de atualização, perpassou os seguintes eixos: “O Caminho da Interpretação da Palavra”; “Ética e Moral Cristã”; “Planejamento Catequético”; “Eucaristia, Fonte de Vida e Missão. Além desses temas, aconteceram também as oficinas: “Catequese com estilo Catecumenal” e “Escolas Diocesanas e Paroquiais”.

Continue lendo

Dinâmica: O Pão da Vocação

pao-da-vocacaoAgosto é o mês das vocações e para ajudar os catequistas a abordarem esse tema com os catequizandos, apresentamos a sugestão de uma dinâmica que chamamos de “O Pão da Vocação”.

Essa dinâmica poderá ser realizada com crianças, adolescentes, jovens e até mesmo adultos. Pois ela se adapta a todos.

Ela está postada em PDF para facilitar que seja salva no seu computador e que seja impressa. Podem compartilhá-la com outros catequistas e agentes de pastoral, mas por favor não deixem de citar a autoria.

Para acessá-la basta clicar no link abaixo:

Dinâmica: Pão da Vocação

Valor da paciência

BandeiraTendo terminado o momento da copa, agora o Brasil se volta para as próximas eleições, também em 2014. Em vez de apontar para a bola, os olhares agora se voltam para os inúmeros candidatos para os cargos públicos. Deparamos com situações que implicam responsabilidade e consciência do valor que tem nosso voto.

Olhando para a gestão dos políticos, devemos ter um “caminhão” de paciência para conviver com realidades parecidas com o joio e o trigo, deixando os dois crescerem juntos, mas o joio deverá ser eliminado. As eleições são momentos propícios para isto. Eliminar políticos que não estão “nem aí” para o bem do Brasil. Olham seus próprios interesses e não defendem a partilha do bolo. Continue lendo

Pizza e Evangelho, nova forma de evangelizar!

Quero compartilhar com vocês uma ideia muito interessante, que pode ser aplicada em grupos de Catequese para o Crisma, ou Catequese para jovens e adultos.

São encontros chamados de Pizza e Evangelho, que foi idealizado por um jovem padre italiano. O texto a seguir foi postado na página do site Aleteia.

imagem de pizzaNoite da Pizza e Evangelho

Na periferia de Roma, na Paróquia de São Cleto e Santa Agostina, um jovem sacerdote experimentou com sucesso uma nova forma de evangelizar: através da gastronomia.

Seu nome é Padre Roberto Raschetti, quem deu forma à iniciativa Pizza e Evangelho, um diálogo à mesa sobre os temas da  no qual participam cerca de 25 jovens entre 17 e 35 anos, junto com catequistas e animadores da Pastoral da Juventude. Antes de se tornar sacerdote, padre Roberto tinha aprendido a fazer pão para ajudar seus pais e também trabalhou para um restaurante fazendo pães, pizzas e tortas. Continue lendo